Conheça a trágica história de Grimmjow, um dos Arrancars de Bleach

Desde o início de Bleach, fomos introduzidos aos Hollows, manifestações das almas vazias e malignas daqueles que morreram.

A obra faz um ótimo trabalho em nos lembrar que os Hollows estão condenados a sofrerem eternamente, e que nunca serão capazes de conseguir um final feliz, sem jogar isto na nossa cara a todo momento.

Um ótimo exemplo disto está em Grimmjow Jaegerjaques, um dos Hollows mais poderosos do Hueco Mundo, também chamados de Arrancars.

A história de Grimmjow mostra o quão cruel e vazia (com o perdão do trocadilho) a vida de um Hollow realmente é.

Após uma quantidade indeterminada de tempo vivendo como Menos Grande, Grimmjow conseguiu se tornar um Adjhucas, e passou muito tempo vagando pelo Hueco Mundo sem objetivo, até que se encontrou com um grupo de Gillians inteligentes, que tinham como objetivo se tornar um Menos classe Vasto Lorde (o tipo mais poderoso de Menos) e dominar o Hueco Mundo.

Grimmjow acabou se tornando o líder deste grupo, e tomou para si o objetivo deles. Mas para atingí-lo, ele precisou ir devorando seus antigos aliados um a um, já que esta é a única forma de um Hollow se tornar mais forte.

Eventualmente, Grimmjow, agora um Vasto Lorde, se encontrou com Aizen e aceitou participar do plano dele em troca de mais poder.

Ao se tornar um Arrancar, Grimmjow finalmente acreditou estar forte o bastante para começar a correr atrás de seu objetivo de se tornar o Rei do Hueco Mundo, e decidiu enfrentar os Shinigamis mais fortes que ele conseguisse encontrar para testar sua força.

Foi assim que a sua rivalidade com Ichigo nasceu, após os dois se enfrentarem em Karakura. Grimmjow ficou determinado a vencer Ichigo, chegando a trair os outros Arrancars ao resgatar Orihime apenas para ter uma outra chance de vencer Ichigo.

Na mente de Grimmjow, ele precisava vencer Ichigo para alcançar poder absoluto e finalmente se tornar o rei. Porém, toda esta jornada foi completamente em vão, afinal, Grimmjow acabou matando todos a sua volta em busca de seu objetivo, e mesmo se ele tivesse o alcançado (coisa que não aconteceu), ele acabaria sendo o rei de absolutamente nada.

Sem nenhum aliado por perto e cercado de outros Hollows querendo matá-lo, o reinado de Grimmjow seria muito mais um calvário do que algo bom para ele.

Por fim, Grimmjow desistiu de seu objetivo e voltou a vagar pelo Hueco Mundo após a derrota de Aizen, até ser chamado para ajudar os Shinigamis durante a Guerra Sangrenta dos Mil Anos.

A história de Grimmjow é um ótimo exemplo de que nenhum Hollow em Bleach conseguiu um final feliz, e toda a sua jornada só parece trazer mais dor do que alívio, o que apesar de cruel, é justo para um Arrancar, que nada mais é do que uma amálgama de almas atormentadas e malignas.

Bleach é um mangá e anime criado por Tite Kubo, tendo sido publicado entre 2001 e 2016, encerrando sua história em 366 capítulos.

No mundo de Bleach, conhecemos as aventuras de Ichigo Kurosaki, um jovem que ganha poderes de Ceifador de Almas após salvar Rukia Kuchiki.

Com os seus novos poderes, Ichigo é forçado a assumir o dever de guiar almas boas ao mundo pós-vida à Soul Society, e derrotar os Hollows (monstros espirituais malignos) que tentam devorá-las.

O anime pode ser conferido na íntegra no Crunchyroll.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

David Brito

Fã de Roguelikes e J-RPGs, David passa a maior parte do seu tempo livre testando novos jogos e lembrando a todos o quanto ele ama a franquia Persona.

Publicado por