Anime

Capítulo 954 de One Piece sugere que existe um traidor no país de Wano

No mundo de One Piece existem milhares de piratas espalhados por todos os mares e a grande maioria deles fazem parte de bandos independentes que não se aliam com ninguém.

Após o timeskip, porém, mais especificamente em Punk Hazard, vimos a primeira Aliança Pirata sendo criada e parece que tais alianças têm virado moda no mundo de One Piece e o capítulo mais recente da obra nos revelou uma nova aliança sendo criada e essa é de longe a mais perigosa de todas.

Atenção: Abaixo falaremos de spoilers do capítulo 954 de One Piece.

O capítulo 954 de One Piece começa diretamente de onde o capítulo 953 parou, sem dar aquela mudada de cena costumeira de Eiichiro Oda.

Durante alguns eventos e revelações, foi revelado que Trafalgar Law de alguma forma foi capaz de fugir da prisão e dar uma surra em Basil Hawkins e, ao interrogá-lo, descobriu o que aconteceu naquele fatídico dia em que Kaidou literalmente caiu dos céus e apareceu diante dele, Kid e Apoo.

Além dessa revelação, foi sugerido que existe um traidor no país de Wano e é por causa dele que Law está livre.

Depois de interrogar Hawkins, Law o corta mas não sabemos o que exatamente ele fez, mas creio que ele tenha cortado sua cabeça mas não o tenha matado.

Depois de sair da cela, vemos uma misteriosa sombra encarando Law e ele diz que, se isso for parte de uma grande conspiração, ele irá se juntar à ela.

E agora? De quem será essa sombra? Algum palpite?

One Piece conta a história de Monkey D. Luffy, um jovem com poderes de borracha cujo sonho é tornar-se o Rei dos Piratas.

Ao todo, o anime conta com quase 900 capítulos e ainda é exibido no Japão, sendo uma das séries mais populares de todos os tempos.

A história de Luffy e seus amigos pode ser acompanhada na íntegra no Crunchyroll, em japonês com legendas em português.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade