Attack on Titan revelou um inesperado fato sobre o passado do pai de Eren

Nos últimos meses, os capítulos do mangá de Attack on Titan estão surpreendendo cada vez mais os fãs, seja pela apresentação de novos conceitos, revelação de informações inéditas ou pela própria postura de Eren, que muitos já estão considerando como um protagonista vilão.

No capitulo 121, que foi liberado no começo de setembro, a história continuou 100% focada em Eren e Zeke dentro da Coordenada visitando as memórias do seu pai. Aos poucos, Zeke começa a perceber que a criação de Eren foi totalmente diferente da sua, já que Grisha Yeager não fez qualquer lavagem cerebral no seu filho mais novo para que ele defendesse os ideais dos Revivalista.

Na verdade, Eren sempre pensou por conta própria e foi utilizando o poder do Titã de Ataque que ele influenciou o seu pai. Embora inicialmente esse conceito possa parecer um pouco complicado e até paradoxal, o mangá explica que o graças o ímpeto de liberdade do Titã de Ataque, os seus sucessores podem interferir nas memórias dos portadores passados.

Assim, durante o episódio em que Grisha Yaeger foi pedir para que a família Reiss utilizasse o poder do Titã Primordial para salvar os Eldianos que estavam dentro das muralhas, ele nunca teve a real intenção de matar a família e roubar o poder do Titã Primordial, mas foi justamente a influência de Eren que fez o seu pai cometer tamanha atrocidade.

Depois de matar Frida, os seus irmãos e deixar apenas Rod Reiss vivo, Grisha aparece desolado do lado de fora da capela e sem acreditar no que fez. Mas antes do final da memória, Grisha reconhece que foi um pai terrível para Zeke, se desculpando com o seu filho e fazendo um último pedido: “Pare o Eren”. O capítulo termina com Zeke pedindo para a Fundadora Ymir tirar a capacidade de reprodução do Eldianos, enquanto Eren se liberta das suas correntes e tenta pará-la.

Pra além de todas as teorias sobre viagem no tempo, realidades paralelas e linhas temporais alternativas geradas por esse capítulo, uma impornate pergunta é deixada no ar, “Será que tudo que vimos acontecendo na história até agora foi justamente influenciado por Eren para que ele chega nesse exato ponto?”.

Escrito por Hajime Isayama, Shingeki no Kyojin ou Attack on Titan, se passa em um mundo onde a humanidade vive em cidades rodeadas por gigantes muralhas para se proteger dos Titãs, criaturas gigantescas que possuem o único instinto de devorar humanos.

As três temporadas do anime estão disponíveis estão disponíveis na Crunchyroll.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.