Afinal, Madara quebrou o Edo Tensei ou foi liberado dele por Kabuto em Naruto Shippuden?

Madara morreu confiando à Obito, a tarefa de revive-lo quando a hora certa enfim chegasse. Acontece que apesar de ter sido de fato revivido, ele não voltou a vida graças ao Rasengan de Nagato como planejado, mas sim pelo Edo Tensei de Kabuto, o que acabou não se provando uma barreira no final das contas.

Porém, uma dúvida que persiste até hoje é se Madara de fato conseguiu libertar-se do Edo Tensei de Kabuto, ou se foi o próprio Kabuto quem liberou Madara para que ele pudesse fazer o que bem entendesse no campo de batalha.

Na verdade, o que aconteceu de fato, foi uma mistura das duas coisas. O Edo Tensei permite que o usuário controle os invocados com alguns graus de liberdade diferentes, variando de um alto nível de controle, até praticamente controle nenhum. Kabuto inicialmente permitiu que Madara agisse como bem entendesse, aplicando um nível de controle mental muito baixo, o que acabou permitindo que o lendário Uchiha revertesse a situação a seu favor.

Para livrar-se do controle mental de Kabuto, Madara simplesmente invocou o Edo Tensei em si mesmo, algo que não parece muito “justo”, mas ainda assim bastante possível para alguém como Madara.

Confira também:

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime conta com 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), finalizando a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi e preparando o terreno para a continuação direta da história.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, juntamente com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acessando o site por este link, você ganha 14 dias de premium gratuitos em uma nova assinatura.

João Víctor Sartor

João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.

Este website utiliza cookies