A luta de Goku e Vegeta no episódio final de Dragon Ball Super possui um significado muito maior do que você imagina

O episódio final de Dragon Ball Super deu aos fãs várias cenas épicas e memoráveis, além de fechar com chave de ouro o arco do Torneio do Poder.

Entretanto, há um pequeno detalhe em uma das últimas cenas do episódio que pouquíssimos fãs notaram.

A cena que estamos falando é a luta entre Goku e Vegeta nos momentos finais do episódio. A maior parte dos fãs deve ter percebido que toda aquela luta é uma referência a primeira luta entre Goku e Vegeta, no início de Dragon Ball Z, porém esta referência vai um pouco mais além.

Ao olhar para as imagens abaixo, podemos ver que apesar das poses dos dois heróis serem bem similares, há algo que está bem diferente: o local em que eles estão em pé.

Em Dragon Ball Z, Vegeta estava em um pouco acima de Goku, enquanto que em Dragon Ball Super, os dois estão na mesma altura, e isto quer dizer muita coisa.

A cena de Dragon Ball Z mostra claramente que Vegeta está em um nível mais alto que Goku em termos de força, além de mostrar claramente que os dois são inimigos.

Porém, a cena do fim de Dragon Ball Super mostra como os dois Saiyajins estão iguais em questão de poder (até porque Goku não pode mais usar o Instinto Superior), e não são mais inimigos, mas sim amigos que possuem uma rivalidade duradoura.

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Vale ressaltar, entretanto, que o mangá continua sendo publicado mensalmente com aventuras inéditas.

Nesta nova fase, Goku e Vegeta estão enfrentando um inimigo milenar e poderosíssimo: Moro, o consumidor de planetas. Este novo inimigo tem como objetivo fortalecer-se e então consumir a energia de todo o universo.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

David Brito

Fã de Roguelikes e J-RPGs, David passa a maior parte do seu tempo livre testando novos jogos e lembrando a todos o quanto ele ama a franquia Persona.