5 segredos sobre Broly que nem todo fã de Dragon Ball Super conhece

Broly é um lendário saiyajin que só recentemente passou a fazer parte do enredo oficial de Dragon Ball. Mesmo assim, todo fã de Dragon Ball que se preze vem ouvindo seu nome desde a metade dos anos 90, sempre acompanhado de detalhes sobre a sua força e de como ele é capaz de destruir um planeta num piscar de olhos.

Mas isso não quer dizer que todos os segredos envolvendo Broly já tenha sido plenamente explicados. Na verdade, hoje vamos tentar te mostrar 5 detalhes sobre o lendário Saiyajin que a maioria dos fãs não lembra direito, ou sequer sabe da existência.

Sua técnica de assinatura

Assim como todo guerreiro que se preze, Broly também possui uma técnica para chamar de sua. Estamos falando da Supernova, um poder altamente destrutivo que envolve o corpo de Broly em uma aura verde antes de ser lançado, e tem capacidade para devastar até mesmo os mais poderosos lutadores do universo.

Broly pode modificar este ataque em versões diferentes, de acordo com sua necessidade. Já vimos utilizando a Supernova em uma versão espalhada, o que facilitou destruir cidades com maior velocidade e até mesmo planetas.

Raiva é sua força motriz

Sabemos que a emoção é o que move os saiyajins, mas Broly parece levar isso mais a sério do que os demais.

Vimos nos filmes clássicos de Dragon Ball que o ódio por Goku faz com que o lendário saiyajin consiga obter níveis de poder altíssimos, de uma forma tão intensa que Broly foi capaz de sobrepujar até mesmo o controle mental colocado por seu pai para controla-lo.

Seu pai usava máquinas para controla-lo

Como já mencionamos acima, Broly é extremamente suscetível à raiva, o que fez com que seu pai tivesse que criar alguns mecanismos de controle para mante-lo na linha.

Enquanto permanecia sob o controle da máquina, as transformações de Broly faziam com que seu cabelo assumisse tons avermelhados ao invés do clássico loiro super saiyajin. Em determinado momento o poder de Broly chegou em níveis tão intensos, que nem mesmo as máquinas de Paragus puderam conter sua força e acabaram cedendo ao lendário super saiyajin.

Ele não é chamado de Saiyajin Lendário a toa

Broly tem um nível de poder muito maior do que qualquer outro saiyajin, e o fato de ser considerado um ser lendário não é a toa.

Suas transformações iniciais em super saiyajin são bem diferentes do que vimos com Goku e Vegeta, tendo acontecido em mais níveis e com mais tiers de poder. No fim, seu cabelo assumiu uma cor amarela mais com tom mais esverdeado, bem diferente do que qualquer outro saiyajin da série até então.

A única vez que tivemos a oportunidade de ver algo parecido foi com Kale em Dragon Ball Super, que pasmem vocês, também é a Super Saiyajin lendária do Universo 6!

Seu fator de cura é impressionante

Broly representa uma grande ameaça não só por ser resistente a ponto de quase não tomar dano, mas também por possuir um fator de cura tão poderoso que praticamente qualquer ferida é regenerada quase que instantaneamente.

Vale lembrar que mesmo tendo sido arremessado ao sol, o vilão conseguiu se regenerar e retornar em Dragon Ball Z: Dragon Battlers, firme e forte. O filme pode não ser canônico, mas dá uma ideia do verdadeiro poder de Broly.

Confira também:

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Vale ressaltar, entretanto, que o mangá continua sendo publicado mensalmente com aventuras inéditas.

Nesta nova fase, Goku e Vegeta estão enfrentando um inimigo milenar e poderosíssimo: Moro, o consumidor de planetas. Este novo inimigo tem como objetivo fortalecer-se e então consumir a energia de todo o universo.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

João Víctor Sartor

João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade