5 bons motivos para você acreditar que o final de Naruto foi apressado

5 bons motivos para você acreditar que o final de Naruto foi apressado

Quando se trabalha em uma história por tanto tempo, é natural que buracos no enredo acabem surgindo aqui e ali. Em Naruto Shippuden não foi diferente, e muitas vezes vimos personagens apresentando severos desníveis de poder, ou incongruências que simplesmente não faziam muito sentido.

As mais óbvias foram sendo corrigindas com o tempo. Mas ainda assim, quando o assunto são os arcos finais de Naruto Shippuden, a impressão que fica é que Masashi Kishimoto quis apressar tudo, da melhor maneira que pode.

Hoje portanto, vamos te mostrar 5 motivos que mostra porque o final de Naruto foi apressado.

Sakura passa a apresentar um novo poder absolutamente do nada

Apesar de ter um papel de peso na série, Sakura acabou tendo uma participação bastante desleixada durante a Grande Guerra Ninja – pelo menos em termos de batalha. Porém, do nada, ela resolveu mostrar um poder imenso liberando A Força de Cem, para poder lutar ao lado de Sasuke e Naruto.

Se Sakura sempre teve este poder, por que então não foi para as linhas de frente mais cedo? Sabemos da importância que um ninja médico possui, e dos seus motivos para manter-se longe da batalha. Mas ainda assim, Madara e Obito apresentaram motivos suficientes para que medidas extremas fossem tomadas anteriormente.

Os personagens secundários tornaram-se praticamente irrelevantes

Não podemos dizer que os personagens secundários de Naruto Shippuden desempenharam um grande papel na série, principalmente se compararmos com sua atuação na fase clássica de Naruto.

Mas o que mais chama atenção é que durante os arcos finais eles basicamente passaram a fazer parte de um elenco de apoio, aparecendo somente em momentos esparsos e sem muita utilidade. Alguns foram até mesmo esquecidos completamente, dando as caras só quando tudo tinha acabado.

O Susanoo de Kakashi

Sabemos que as vezes vale pena sacrificar um pouco da lógica para agradar os fãs da série, mas bem…o Susanoo de Kakashi deu uma forçada na barra.

De alguma forma, Obito conseguiu transferir seus dois olhos para Kakashi que, mesmo sem ser um Uchiha, despertou parte das “funcionalidades” do Mangekyo Sharingan, sendo capaz de invocar seu próprio Susanoo.

Assim como Sakura, este foi um Power-up um tanto quanto absurdo.

O fato de Naruto e Sasuke serem as reencarnações de Ashura e Indra

Do nada, descobrimos que os dois protagonistas tem dois bons motivos para ganharem ainda mais destaque – e poder – do que já possuem. Tudo bem que eles estavam fazendo frente a um dos seres mais poderosos do universo, mas ainda assim a trama pareceu um tanto quanto forçada.

Ainda mais quando analisamos algo que foi dito lá atrás, durante a luta entre Naruto e Neji, no exame Chunin. Todo o clima daquele confronto girou em torno da necessidade de mostrar que um rapaz simplório era capaz de alcançar grandes feitos, mesmo quando enfrentasse alguém superior. Colocar Naruto e Sasuke em pé de igualdade com Kaguya praticamente jogou fora toda esta trama, dando a entender que as história das reencarnações não foi tão bem pensada.

A fraca justificativa para uma luta entre Sasuke e Naruto

Depois de terem quase perdido tudo na luta contra Kaguya, Sasuke resolve que precisa começar um novo mundo. Pode até fazer sentido, já que ele é um Uchiha, e Madara também era um Uchiha… enfim, vai que é uma coisa de família. Mas o fato é que os argumentos de Sasuke era extremamente fracos para justificar uma atitude daquelas, ainda mais logo após todo o trauma que todo mundo tinha vivido.

Depois de muito papo, Naruto resolve então intervir e pronto, os dois encontram a desculpa perfeita para cair na porrada.

Faria mais sentido se eles simplesmente tivessem decidido verificar quem era mais poderoso de uma vez por todas.

Confira também:

Naruto Shippuden foi exibido entre os anos de 2007 e 2017, contando a segunda fase do anime. Nela, Naruto retorna após dois anos de treinamento com a missão de combater a Akatsuki e então resgatar Sasuke das garras de Orochimaru.

Ao todo, o anime conta com 500 episódios (incluindo os fillers de Naruto Shippuden), finalizando a história de Naruto, Sasuke, Sakura e Kakashi e preparando o terreno para a continuação direta da história.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll. Além dele, o serviço conta com com Naruto clássico e Boruto: Naruto Next Generations, sua continuação direta.

Acesse o site por este link e então ganhe 14 dias de premium gratuitos em uma nova conta.

João Víctor Sartor

João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.