1001 jogos para jogar antes de morrer – Rebirth – 05

Fala, galera, tudo bom com vocês?

Meta cumprida é promessa em dívida com vocês, e como vocês atingiram a primeira meta da nossa campanha no http://apoia.se/criticalhits, a série 1001 jogos para jogar antes de morrer voltou com tudo, agora tanto em texto quanto em vídeo. Ao invés de continuar onde a série havia parado, eu resolvi dar um reset nela e começar novamente. Alguns dos jogos e textos da série antiga vão ser aproveitados, mas também haverá conteúdo novo nessa série, que será quinzenal inicialmente.

Espero que vocês gostem, e não se esqueçam de deixar comentários com indicações de jogos e comentários sobre os jogos que nós vamos escolhendo. Além disso, tornem-se apoiadores do Critical Hits, para que possamos colocar outros projetos legais como esse no ar!

Demon’s Souls – PlayStation 3

Demon’s Souls foi o jogo que começou a propulsão da FROM Software de desenvolvedora de jogos cult como Kingsfield para uma das mais respeitadas e reconhecidas desenvolvedoras da atualidade.

Todos os elementos que tornam Dark Souls uma franquia mágica estão ali, apesar do jogo ser um pouco mais cru tanto graficamente quanto em alguns elementos de game design, mas ainda assim, Demon’s Souls é uma jornada brutal e mágica, que está pedindo uma versão pra nova geração de consoles há um bom tempo.

Resident Evil 4 – Game Cube, Wii, Wii U, PS2, PS3, PS4, Xbox 360, Xbox One, PC

O ultimo Resident Evil de Shinji Mikami trouxe ao mundo dos games não apenas o melhor Resident Evil já criado até hoje, mas uma porrada de inovações que influenciam o gênero de tiro em terceira pessoa até hoje.

Resident Evil 4 é um game atual e muito bom ainda hoje, e que mudou o mundo dos jogos de uma forma que poucos vão conseguir depois dele.

Hotline Miami – PC, PS3, PS4, PS Vita, Android

Hotline Miami é o tipo de jogo que muita gente pode acabar deixando passar por causa dos gráficos, que são bem feios à primeira vista, mas é uma jornada simplesmente espetacular. Você é um cara que um belo dia recebe uma mensagem dizendo que um pacote de cookies estava esperando ele num lugar. Chegando no lugar, ele encontra no pacote uma máscara de frango e as instruções matar o grupo de criminosos e roubar a maleta que estava na posse dele, além do aviso de que ele estava sendo observado, e que falhar não era uma opção.

Após isso, o que você encontra é um jogo extremamente exigente, que exige reflexos rápidos e estratégia, além do seu instinto assassino. O jogo combina muitos elementos psicológicos que fazem a gente pensar que todo mundo tem um monstro dentro de si, além de uma trilha sonora simplesmente espetacular.

Enslaved: Odyssey to the West – PC, PS3, Xbox 360

Enslaved: Odyssey to the West é um dos meus jogos preferidos que nunca fizeram o sucesso que mereciam fazer. No jogo, você é Monkey, um cara que foi escravizado por uma garota e que agora deve acompanha-la numa perigosa jornada até a sua casa e protege-la de um mundo pós apocalíptico habitado por robôs que querem comer a sua cabeça.

O jogo é inspirado na mesma lenda chinesa que originou Goku de Dragon Ball, apesar de seguir um caminho completamente diferente, e conta com personagens carismáticos, um bom sistema de combate e momentos memoráveis. Ah, e outra vantagem, volta e meia está custando menos de 10 reais no Steam.

Bravely Default – Nintendo 3DS

Bravely Default é o melhor Final Fantasy dos últimos anos, mesmo que não se chame Final Fantasy, e conta com a volta do sistema de Active Time Battle, uma porrada de classes pra você explorar e combinar habilidades, um enredo bem divertido e uma trilha sonora sensacional.

O jogo é praticamente um motivo completo para se ter um Nintendo 3DS, como se o portátil já não tivesse uma penca de outros excelentes motivos pra isso. Indispensável para o fã de Final Fantasy e de RPGs japoneses em geral.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade