Tech

Teclado HyperX Alloy Elite – Review

A HyperX teve uma ótima entrada no mercado de teclados gamer com o HyperX Alloy e, como esperado, a companhia aproveitou o ano de 2017 para melhorar uma fórmula já de sucesso, seja como Alloy Elite, seja como Alloy Pro. Como o Pro é praticamente um Alloy sem o teclado numérico, hoje analisamos o Elite, que é para ser a versão mais completa de ambos.

Custando R$ 699,90, o HyperX Alloy Elite realmente é um teclado de elite, seja no que ele entrega, seja no preço que ele cobra. Quando analisamos o preço de um produto, sempre temos que nos perguntar não se ele está caro demais, mas se esse preço vai fazer o comprador se arrepender de ter pago o que pagou para o que lhe foi entregue, e hoje vamos tentar responder a essa pergunta, o HyperX Alloy Elite vale o investimento?

Quando você tira o Alloy Elite da caixa, você nota que ele tem algumas semelhanças e várias diferenças do Alloy FPS normal. A primeira grande mudança é que esse teclado conta com botões multimídia como play, pause e teclas dedicadas à iluminação do teclado. Outra grande diferença é que ele também conta com um controlador de volume dedicado nele mesmo.

Para completar as diferenças estruturais, mais duas novidades muito positivas. A primeira delas é a inclusão de um apoio destacável para o pulso. Como a idade bateu no ano passado, agora eu tenho que usar aqueles apoios para o pulso para não ficar com dor neles após várias horas seguidas na frente do computador, e contar com um teclado com isso de fábrica já ajuda demais a eu não ficar com dores no final do dia.

A outra grande novidade do Alloy Elite é o fato dele contar com uma porta USB que não serve só para carregar o celular, como no caso do Alloy FPS, e sim como uma porta USB extra diretamente no teclado. Nela, você pode carregar o seu celular como anteriormente, mas também ligar periféricos como um controle, um dongle bluetooth e assim por diante. Outro detalhe que chama a atenção aqui é que o cabo do teclado não é destacável, como no caso do HyperX Alloy FPS.

Como no HyperX Alloy Elite, o teclado conta com esquemas de iluminação pré-definidas, mas apenas na cor vermelha. Não há um software para configurar esquemas personalizados, e também não há tecnologia RGB de cores, apenas o vermelho tradicional da HyperX.

 

Como desta vez eu recebi um teclado com o Switch Cherry MX Red ao invés do Blue, a primeira impressão foi de um pouco de estranheza. Não há o feedback tátil do Blue na hora de digitar, e o teclado certamente é muito menos barulhento em relação ao Blue. Particularmente, eu preferia o teclado com Switch Blue, mas infelizmente ele realmente era tão barulhento que eu não conseguia usá-lo de manhã sem acordar a minha esposa, de tão barulhento que ele era.

Ainda assim, o Switch Cherry MX Red continua sendo muito bom e confortável para digitar, e novamente eu insisto: se você acha que um teclado mecânico é besteira, tente repetir isso depois de usar um por pelo menos uma semana. Você nunca mais vai querer voltar para um teclado de membrana, seja para trabalhar, seja para jogar.

Nos jogos, aliás, o teclado também é muito confortável e preciso e, diferente da parte de trabalho de escritório, aqui eu não senti nenhuma diferença na hora de jogar.

Vale ressaltar ainda que o Alloy Elite também vem com a configuração em inglês, e que se você está acostumado com o teclado em português, dá para deixá-lo nessa configuração e continuar digitando como se nada tivesse mudado, a única coisa que muda é que você fica sem a tecla de barra invertida “\”, que acaba quase não sendo usada, de qualquer forma.

Mas e aí, vale a pena?

Como eu disse inicialmente, temos que responder a questão sobre o preço fazer o comprador se arrepender da compra ou não, e sinceramente? Eu duvido muito que o comprador do Alloy Elite se arrependa da compra. O preço é elevado, sim, mas a qualidade que a HyperX traz no Alloy Elite é de ponta em praticamente todos os detalhes, fazendo um teclado que é para durar anos e anos sem problemas de desempenho.

Nota: 9,5/10

Especificações do HyperX Alloy Elite

Teclado:

  • Acionamento: CHERRY MX
  • Tipo: mecânico
  • Backlight: cor única, vermelho
  • Efeitos de luz: 6 modos de LED e 4 níveis de brilho
  • Tipo de conexão: USB 2.0 (2 conectores USB)
  • Porta USB 2.0: sim
  • Polling rate (taxa de captação): 1.000­Hz
  • Anti-ghosting: 100% anti-ghosting
  • Key Rollove: modo N-key
  • Controle de mídia: sim
  • Modo de jogo:  sim
  • Dimensões: 44×22,6×3,6cm

Cabo:

  • Não removível, trançado
  • Comprimento: 1,8m
Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade