Madden NFL 21 – Review

Mais um ano que se passa, e mais uma vez iniciamos o período em que iniciam-se os famigerados lançamentos das versões anuais dos jogos de esporte. E como já é tradição há algum tempo, Madden NFL é quem puxa esta fila.

Madden NFL 21 chega com algumas novidades e melhorias em relação à versão anterior, especialmente nos modos de jogo que foram implementados na versão 20.

As boas novidades

Além disso, vale mencionar já no início deste review que a EA está oferecendo um importante incentivo para os jogadores que pretendem em breve adquirir um PlayStation 5 ou Xbox Series X: quem comprar o jogo na oitava geração terá acesso de forma gratuita ao jogo na nona geração, isso sem dúvidas dá pra dizer que foi um baita touchdown!

Um dos modos mais aclamados do game o Face of the Franchise, evoluiu e se tornou mais dinâmico. Nele o jogador tem a possibilidade de se tornar um quarterback, wide-receiver ou runing-back e traçar sua jornada desde o College até o estrelato na NFL.

Em outras palavras, ele funciona como uma espécie de modo carreira, onde tudo depende da habilidade e das decisões que o jogador toma ao longo de sua carreira, como por exemplo assinar por uma franquia de menor expressão e ser a estrela do time, ou então assinar com uma grande franquia e ter de amargar a reserva durante algum tempo.

As melhorias no modo se dão na progressão da carreira e também variedade de eventos e decisões que podem ser tomadas ao longo dele, além é claro, da possibilidade de iniciar a carreira no College e ser draftado por uma franquia da NFL. As opções do College Football também foram ampliadas, incluindo a adição de duas temporadas como universitário para que o jogador possa trilhar sua carreira de forma consistente antes de chegar à NFL.

Entretanto algumas opções e tomadas de decisão são confusas, já que os termos e até mesmo a forma como trenamentos e o direcionamento de carreira de jogadores da NFL podem ser um pouco confusos para quem não é familiarizado com o esporte – e a ausência de menus em português atrapalha bastante nesse aspecto.

Outro modo queridinho dos fãs está de volta mas com poucas novidades, o Madden Ultimate Team – ou MUT (que é basicamente o FIFA Ultimate Team do Madden).

Apesar das poucas novidades este modo continuará com certeza sendo um dos mais jogados do game. E a promessa da EA é de novos conteúdos, desafios, cards e torneios constantemente atualizados ao longo de toda a temporada.

Quintal de casa

Como principal novidade, chega  o modo The Yard, que é uma tentativa da EA de atrair o jogador mais casual para dentro de sua franquia. Em termos comparativos ele se assemelha um pouco ao modo Volta do FIFA, com uma jogabilidade mais arcade, livre das toneladas de regras e de táticas que dão o tom geral do futebol americano como um todo.

O The Yard traz a possibilidade de o jogador experienciar o futebol americano de forma mais livre em jogos contra o PC ou contra outros jogadores em partidas 1×1, 2×2 e 3×3. É uma boa porta de entrada para quem tem vontade de conhecer este game mas tem pouca familiaridade com regras, táticas, esquemas e afins.

Ainda inacessível

Cada vez mais vemos o futebol americano ganhando fãs e adeptos no Brasil, e já passou da hora de o game ter suporte ao nosso idioma, mesmo que seja  apenas com legendas e menus.

O futebol americano é um jogo muito baseado em fortes táticas defensivas, ofensivas, com dezenas de opções para cada situação. Entender e escolher a mais adequada se torna bastante complicado para quem não é familiarizado com o esporte por conta da ausência de suporte ao português do Brasil.

E tão complicado quanto entender as táticas é entender as regras, e o motivo das penalidades, faltas e afins. Mesmo com o jogo oferecendo ao jogador experiências em modo arcade, ainda assim torna-se bastante complicado e as vezes até desestimulante conseguir entender esses pontos do esporte sem contar com suporte em nosso idioma.

Esses pontos infelizmente ajudam a afastar aquele jogador que quer entrar no mundo do futebol americano, mas ainda não entende o suficiente do esporte para acabar associando as toneladas de menus, opções, táticas e regras.

Mas e aí, Madden NFL 21 vale a pena?

Madden NFL 21 traz algumas boas novidades e melhorias em boa parte dos modos de jogo apresentados nas suas versões anteriores. O modo The Yard pode ser uma bela porta de entrada para novos jogadores e as melhorias especialmente no Face of the Franchise são muito bem-vindas e ajudaram a dar mais profundidade e opções para o jogador.

O fato do jogo oferecer um upgrade gratuito para a nona geração para aqueles que adquirirem a versão da oitava geração é algo bastante importante feito pela EA e poderia virar um padrão do mercado, especialmente para os jogos de esporte que muitas vezes são apenas mais do mesmo.

Entretanto o fato de o jogo ainda não ter suporte  ao nosso idioma é uma falha gravíssima, ainda mais considerando que o esporte ganha cada vez mais adeptos no Brasil, e que compreender as toneladas de menus, opções, táticas e regras em inglês  pode ser bem complicado e até impeditivo para aqueles que não estão bem familiarizados com o esporte.

Resumo para os preguiçosos

Madden NFL 21 traz algumas boas novidades e melhorias em boa parte dos modos de jogo apresentados nas suas versões anteriores. O modo The Yard pode ser uma bela porta de entrada para novos jogadores e as melhorias especialmente no Face of the Franchise são muito bem-vindas e ajudaram a dar mais profundidade e opções para o jogador.

O fato do jogo oferecer um upgrade gratuito para a nona geração para aqueles que adquirirem a versão da oitava geração é algo bastante importante feito pela EA e poderia virar um padrão do mercado, especialmente para os jogos de esporte que muitas vezes são apenas mais do mesmo.

Entretanto o fato de o jogo ainda não ter suporte  ao nosso idioma é uma falha gravíssima, ainda mais considerando que o esporte ganha cada vez mais adeptos no Brasil, e que compreender as toneladas de menus, opções, táticas e regras em inglês  pode ser bem complicado e até impeditivo para aqueles que não estão bem familiarizados com o esporte.

Nota final

75
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Modo The Yard
  • Novidades no Face of the Franchise
  • Promessa de atualização constante no MUT
  • Cross-buy entre oitava e nona geração
  • Modo College Football continua sendo muito divertido

Contras

  • Ausência de menus e legendas em português
  • Algumas expressões faciais são bem mal feitas
Ceraldi

UX & UI Manager, Ceraldi se dedica (menos do que gostaria) ao Critical Hits e tentar cumprir seu papel de pai de família em meio à gatos, bacon, video games, séries, MCU, futebol e NBA.

Publicado por

Este website utiliza cookies