Reviews

The King of Fighters XV – Review

The King of Fighters XV é o retorno de uma das franquias mais importantes do mundo dos jogos de luta. Seis anos após o seu último lançamento, como será que está o maior campeonato de artes marciais do mundo?

Em Kof XV, a história do jogo continua diretamente após o encerramento da história do jogo anterior. Temos um novo torneio e mais um pretexto para trocarmos porradas entre os personagens, que é exatamente o que estamos aqui para fazer.

Como em todos os outros jogos da franquia, a ação se dá em times de 3 lutadores, e você pode escolher entre times pré-definidos ou montar o seu próprio time. A única diferença prática é o final do jogo que você desbloqueia, já que os times pré-definidos trazem uma historinha em imagens estáticas sobre os membros deste time interagindo entre si e com outros personagens que fazem parte de suas histórias.

Ao todo, o jogo conta com 39 lutadores disponíveis em 13 times diferentes. Há lutadores clássicos da franquia, como Kyo, Iori e Terry e também caras mais recentes, como a Isla. A variedade dos personagens é bem interessante, e se você jogou King of Fighters alguma vez na vida, você provavelmente vai encontrar um time que vai se encaixar dentro do seu estilo.

Além do modo história (que é o antigo modo arcade, para quem joga King of Fighters desde os anos 90, como este que vos fala, apesar de nunca ter jogado nada bem), o jogo ainda conta com um modo versus onde você pode enfrentar tanto um amigo ou amiga quanto a máquina em modos de 1 contra 1 ou 3 contra 3.

Outros modos ainda incluem um tutorial, onde você pode aprender os conceitos básicos e avançados do jogo e onde eu deveria passar um tempo para não fazer tão feio nas lutas online, diversos modos online como casual, ranqueada, assistir replays e assim por diante, uma DJ Station onde você pode ouvir as músicas do jogo, uma galeria e um modo de missões.

Mas vamos falar de coisa boa, vamos falar do sistema de combate, porque lutar em The King of Fighters XV é uma maravilha. Fazia um bom tempo que eu não jogava um jogo da franquia, e é muito bom ver que a SNK conseguiu colocar um sistema de combate extremamente divertido no jogo.

A janela para a execução de combos é bem generosa, e mesmo eu, que estou longe de ser um jogador bom de jogos de luta, consigo encaixar meus combos e até mesmo combiná-los com especiais (exatamente como eu não faço ideia, mas quando acontece é lindo). Isso não significa, entretanto, que o jogo seja fácil demais a ponto que a competição dele vá ficar inválida.

Um ponto que eu gostaria de falar também é sobre o chefe final do jogo. Eu não vou revelar quem ele é para não estragar a experiência dos fãs, mas honestamente, eu não gosto quando temos um chefe final que é simplesmente a apelação em pessoa com ataques que ocupam 90% da tela e fazem você virar uma bola de ping-pong no cenário.

É possível ver que The King of Fighters XV é um jogo cheio de profundidade e feito por gente que entende como um jogo de luta funciona, dessa forma, é possível imaginar que ele provavelmente vai ter uma comunidade online bastante apaixonada em cima dele. Por falar em online, esse é o primeiro jogo moderno da franquia a vir com o netcode de rollback, que é considerado o padrão ouro dentro dos jogos de luta.

Graficamente, The King of Fighters XV é bastante bonito. Os visuais 3d do jogo realmente entregam bem as expressões e movimentos dos personagens, e nas versões que eu testei, ou seja, de Xbox Series S e Series X, o jogo se portou perfeitamente, sem nenhum tipo de engasgo e com um framerate alto, possibilitando assim o combate do mais alto nível.

A trilha sonora do jogo também é muito boa, trazendo músicas que fazem você entrar de cabeça no espírito do jogo. Outro ponto positivo é que ele também conta com menus e legendas dos diálogos em português, ainda que o idioma das falas em si seja em japonês.

Mas e aí, The King of Fighters XV vale a pena?

The King of Fighters XV é um excelente jogo de luta que traz um amplo cartel de personagens variados entre ti, a possibilidade de até mesmo iniciantes acertarem combos impressionantes e diversos modos de batalha, além do melhor netcode possível para partidas online. A SNK ainda pretende expandir o jogo com novos personagens, mas mesmo que não fizesse isso, dava pra dizer tranquilamente que esse é um ótimo capítulo de uma das franquias de luta mais icônicas da história do videogame.

Review elaborado com uma cópia do jogo para Xbox Series X fornecida pela publisher.

Resumo para os preguiçosos

The King of Fighters XV é um excelente jogo de luta que traz um amplo cartel de personagens variados entre ti, a possibilidade de até mesmo iniciantes acertarem combos impressionantes e diversos modos de batalha, além do melhor netcode possível para partidas online. A SNK ainda pretende expandir o jogo com novos personagens, mas mesmo que não fizesse isso, dava pra dizer tranquilamente que esse é um ótimo capítulo de uma das franquias de luta mais icônicas da história do videogame.

Nota final

85
Saiba mais sobre os nossos métodos de avaliação lendo o nosso Guia de Reviews.

Prós

  • Excelente sistema de combate
  • Boa quantidade de personagens
  • O melhor netcode para jogos de luta

Contras

  • Chefe final apelão e sem graça
Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade