Categorias: Games

PS5 – Retrocompatibilidade deve se manter apenas nos jogos do PS4

Um dos assuntos mais discutidos nos últimos dias tem sido a questão de retrocompatibilidade do vindouro PS5. Até onde sabemos, o console da Sony trará consigo a possibilidade de jogar títulos do PS4, mas por enquanto, essa será a única extensão do recurso.

Dito isso, parece que cada vez mais as esperanças estão diminuindo, e pelo visto, o PS5 terá compatibilidade apenas com seu antecessor. Embora rumores tenham sugerido a adesão do PS3, PS2 e PS1, este não parece ser o caso.

O editor do KotakuJason Schreier – recentemente comentou sobre o assunto em seu Twitter. Infelizmente, o relato não traz notícias positivas, indicando que o PS5 contará com a retrocompatibilidade ligada unicamente ao PS4.

Veja o comentário de Schreier:

Perguntei a algumas pessoas que conhecem os rumores do PS1-PS3 e, embora ninguém pudesse garantir que eles não eram verdadeiros (a maioria das pessoas não é informada de todos os detalhes do console), todos riram da ideia. Parece bobagem para mim.

Graças aos rumores sobre uma retrocompatibilidade mais abrangente, o público criou uma noção de que a Sony seguirá os passos da Microsoft. Neste caso, assim como o Xbox Series X, o PS5 seria capaz de rodar jogos das plataformas anteriores – sendo PS3, PS2 e PS1. Contudo, até o momento nenhuma fonte crível apontou tal hipótese, e como o próprio Schreier menciona “parece bobagem“.

De certa forma, há de se considerar que isso possa fazer parte da estratégia da PlayStation. Tendo em vista o novo hardware, a Sony pode se aproveitar dos títulos antigos e refazê-los (em versões Remaster ou Remake), abrindo margem para a venda separada. Logo, o disco original do game não funcionaria, se tratando de algo aprimorado e comercializado de forma digital. Além disso, a biblioteca do PS3 e PS2 possui uma vasta gama de títulos passíveis de retorno, aproveitando a onda dos Remakes que estão surgindo.

Mas por enquanto, nos resta apenas aguardar por maiores novidades sobre o PS5. Mesmo com o relato de Schreier, nada impede a Sony de mudar sua posição após o lançamento do novo console, e talvez, investir nos dispositivos anteriores.

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies