Categorias: Games

Projeto brasileiro Project Neumann une ciência e videogames contra o TDAH

Lembram ontem quando eu fiz uma postagem sobre como Tetris estava ajudando quem tinha “olho preguiçoso” a fazer um tratamento mais eficaz do que o tradicionalmente empregado por médicos? Pois eis que hoje eu recebo um email do Emanuel pedindo ajuda para divulgar uma votação onde o projeto dele, o Project Neumann, que tem por objetivo criar jogos que ajudem no tratamento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (também abreviado como TDAH).

O projeto deles é bem legal, com vários jogos diferentes, cada um com um conjunto de objetivos específicos, como o aprimoramento da capacidade de controle inibitório atencional, atenção visual, planejamento e tolerância a perda etc. Uma descrição detalhada de cada um desses jogos pode ser vista no infográfico postado no site deles.

Como vocês sabem, infelizmente fazer ciência no Brasil é o verdadeiro inferno, seja pelas próprias barreiras do ambiente acadêmico (que é uma pirâmide tão boa que até o Ponzi ficaria orgulhoso), seja por falta de financiamento, seja até pela falta de publicidade que projetos legais como esse recebem.

Felizmente para o Emanuel e para a equipe dele, o projeto foi nomeado para o Indie Crash, competição de desenvolvedores independentes onde o projeto mais votado será apresentado na E3, a maior feira sobre videogames do mundo. Para votar neles, basta acessar o seguinte site:

http://indiescrashe3.com/nomination/7092D47E-7025-95BE-8227-353C1DCB1907

Eu nem preciso dizer que conto com todos os leitores do site para levar esse projeto para a E3, né? É de coisas assim que precisamos para que os videogames parem de ser tratados simplesmente como diversão de criança e que, sim, sejam levados a sério como devem ser, seja como forma de tratamento, seja como uma indústria que atualmente fatura mais que Hollywood, por exemplo.

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies