Categorias: Games

Preview – Resident Evil 3 Remake

Depois do sucesso de Resident Evil 2 Remake era apenas questão de tempo até que a Capcom anunciasse Resident Evil 3 Remake, e isso não demorou.

Com todas as lições aprendidas do primeiro Remake da RE Engine, a publisher entrou de cabeça na construção da icônica Raccoon City, que praticamente é um personagem do Resident Evil 3 original. E agora, há pouco menos de um mês do lançamento do game, a demo disponibilizada na PS Store, Xbox Live e Steam nos brinda com um gostinho do que nos aguarda no game.

Explorar é preciso!

Uma das premissas da demo, além é claro de experimentar um pouco do cenário e das mecânicas, é encontrar os 20 bonequinhos espalhados pelo cenário. Ai já fica a sensação de que a exploração será um dos elementos-chave de Resident Evil 3 Remake, afinal, como no jogo original, temos a cidade de Raccoon City quase inteira ao nosso dispor para ser explorada.

No pouco que é possível ver na demo, já dá pra sacar que a cidade vai ser imensa, cheia de segredos, lugares de difícil acesso e muito backtracking. Não somente  Raccoon City é imensa como também complexa, caótica e linda. Os cenários estão incríveis e dão a impressão que cada mínimo detalhe esconde algum segredo e foi minuciosamente pensado e planejado para estar ali.

A demo é relativamente curta, em um primeiro playthrough foram 15 minutos até chegar ao ponto em que ela é encerrada. Há pessoas que terminaram a demo em menos de dois minutos, mas não se engane: é perfeitamente possível passar 30, 40, 50 minutos ou até mais explorando e buscando os segredos que ela esconde. Isso é claro, se você for capaz de lidar com o Nemesis, mas ainda não é hora de falar do “bichão”.

Valentine, Jill Valentine

De tudo que experimentei, um dos grandes destaques é a forma como a movimentação de Jill Valentine é diferente da de Leon S. Kennedy e Claire Redfield em RE2 Remake: não é para menos, Jill é da elite da polícia de Raccoon, e apresenta movimentos muito mais avançados do ponto de vista tático do que os dois personagens do jogo anterior.

Entrando em aspectos práticos da movimentação de Jill, sua esquiva é algo a ser destacado – o elemento que nasceu em RE3 original, volta no Remake repaginado e mais fácil de usar, embora acertar o seu timming seja tão complicado quanto no jogo de 1999. Mas este será um recurso fundamental especialmente para fugir das investidas de Nemesis, de grandes hordas de zumbis ou ainda de outros inimigos não mostrados nesta demo.

Falando de inimigos, é importante destacas que os zumbis estão um pouco decepcionantes em relação ao que nos foi mostrado em RE2 Remake. Eles não apresentam o mesmo nível de detalhamento, e principalmente as investidas com facas ou disparos não causam o mesmo impacto causado nas aventuras de Leon e Claire. Evidente que trata-se de uma demo, e a expectativa é que na versão final de Resident Evil 3 Remake eles tenham a mesma quantidade de camadas a serem dilaceradas como vimos no jogo anterior.

S.T.A.R.S.

Nemesis é acionado quase que já na reta final da demo, mas mesmo assim é possível ter um bom gostinho do que vamos enfrentar em nosso caminho. Ele é muito mais rápido e apresenta uma variedade de ações, movimentos e uma imprevisibilidade muito maior que o Mr. X em Resident Evil 2 Remake. E se você é do time que ficava com um frio na espinha toda vez que ouvia os passos pesados do Mr. X, essa sensação terá aumento exponencial em Resident Evil 3 Remake.

Além de socos e de correr velozmente em sua direção, Nemesis pode usar um pulo (até meio descomunal) para cortar caminho e antecipar sua movimentação, dessa forma ele ganha mais formas de encurralar o jogador. Outro ponto é que ele usa os tentáculos para “laçar” Jill e passar uma rasteira nela, fazendo com que ele seja capaz de causar problemas mesmo quando estiver há uma média distância.

A Capcom parece ter se preocupado em invocar o sentimento de nostalgia dos jogadores. Mesmo na curta demo já é possível encontrar diversos elementos e menções a momentos clássicos do jogo original. É como se ela estivesse distribuindo nostalgia à conta-gotas, enquanto repagina todo o cenário e nos dá uma camada de desafio que promete ser única e memorável.

A Raccoon City demo de Resident Evil 3 Remake foi uma ótima forma de despertar o interesse dos jogadores ainda mais, e manter o hype nas alturas há pouco tempo do lançamento do game. Ela cumpre seu papel como uma demonstração, mas apresenta alguns pontos a serem melhorados para a versão final do jogo, especialmente com relação aos zumbis e alguns exageros nos pulos de Nemesis. Fora isso, é aguardar por 3 de abril e já ir preparando o espírito para lidar com toda a tensão que o game promete trazer.

Este website utiliza cookies