Categorias: Games

Presidente da Sony Interactive Entertainment afirma que os jogadores vão chorar com Death Stranding

Recentemente, em uma entrevista ao Dengeki Online, o presidente da Sony Interactive Entertainment Worldwide Studios, Shuhei Yoshida, falou sobre Death Stranding, compartilhando um pouco de como foi a experiência de jogar o aguardado game de Hideo Kojima.

Yoshida falou sobre quanto tempo conseguiu jogar e como ainda parece que ele em no começo do jogo:

“No total, eu joguei cerca de umas 10 horas desde o início, mas parece que o jogo está apenas começando. Outras pessoas estavam lá e testaram o jogo simultaneamente, incluindo o diretor Kojima, que me mostrou várias maneiras de utilizar as ferramentas de Sam que eu nem tinha percebido.”

Yoshida também comentou sobre as suas primeiras impressões sobre a história de Death Stranding. “Eu compararia a história com uma série original da Netflix muito bem feita. Parece que eu recém cheguei na metade dessa série e ainda existem tantas possibilidades do que pode acontecer a seguir. Além disso, eu ouvi dizer que você definitivamente chorará ao chegar na segunda metade do jogo. A equipe da Kojima Productions e até os testadores da Sony me falaram isso,” concluiu Yoshida.

Caso você seja um mestre do japonês, você pode conferir a entrevista completa do Dengeki Online com Shuhei Yoshida abaixo:

No restante da entrevista, Yoshida também falou um pouco sobre os jogos que foram desenvolvidos fora do Japão e apresentados na TGS 2019. Além disso, ele ainda comentou brevemente sobre a próxima geração, afirmando que graças aos desenvolvedores, até jogos tão bonitos quanto Ghost of Tsushima podem rodar no PS4 e parece que o console nem atingiu o seu limite ainda. Sendo assim, Yoshida disse que a próxima geração de consoles vai se focar em trazer novas maneiras de jogar ao invés de apenas melhorar gráficos. Ele também disse que seria ótimo se eles conseguissem fazer com que o tempo das telas de loading diminuísse.

No fim da entrevista, Yoshida falou um pouco sobre a função do cloud gaming e se mostrou surpreso ao saber que esse tópico é muito falado na internet atualmente, sendo que a Sony já o está colocando em prática, mas ele acha que ainda vai levar um bom tempo até que os jogadores achem que o cloud gaming seja algo realmente necessário.

Death Stranding lança no dia 8 de novembro para PlayStation 4.

Este website utiliza cookies