Games

Os 50 melhores jogos de GBA

O GBA é um dos portáteis da Nintendo mais jogados ainda hoje, e fazer uma lista de melhores jogos dele é uma tarefa difícil.

Ainda assim, hoje nós trazemos uma seleção com os 50 melhores jogos do portátil, e acreditamos que ela seja bem ampla e vá agradar tanto quem cresceu com ele quanto quem teve a oportunidade de jogar seus jogos via emulação.

Caso você tenha algum outro jogo para indicar, a sessão de comentários do vídeo que ilustra esse post é o local para isso!

Os 50 melhores jogos de GBA

Pokémon Ruby/Sapphire/Emerald

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2002

É provável que Pokémon tenha tido o seu auge no Game Boy Advance, e Ruby, Sapphire e Emerald certamente foi o momento em que a franquia atingiu esse patamar.

O segue a mesma fórmula de sempre, mas é tão redondinho e divertido, com o rival desafiante, uma elite dos 4 bem complicada e um campeão que vai te fazer suar que estes três jogos certamente são os melhores para começarmos a nossa lista de Melhores Jogos de GBA.

Mario Kart: Super Circuit

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2001

Todo console da Nintendo precisa de um Mario Kart, e graças ao poder do GBA, isso foi possível com Mario Kart: Super Circuit. O jogo não é tão diferente assim do que foi apresentado no Super Nintendo, e tem uma seleção de pistas e de personagens bem interessante, além da possibilidade de jogar com os amigos caso fosse rico o suficiente para ter amigos com um Cabo Game Link, outro GBA e outra cópia do jogo nos anos 2000.

Zelda Minish Cap

  • Desenvolvedora: Capcom/Flagship/Nintendo
  • Ano de lançamento: 2004

Desenvolvido pela Capcom graças a uma parceria dela com a Nintendo nos anos 2000, Zelda Minish Cap é um jogo que merecia um remake na engine de Link’s Awakening para o Nintendo Switch.

O jogo combina o melhor que A Link to the Past e Link’s Awakening têm a oferecer, juntamente com novidades que transformam esse jogo numa aventura original e extremamente divertida.

Mario & Luigi: Superstar Saga

  • Desenvolvedora: AlphaDream/Nintendo
  • Ano de lançamento: 2003

Mario & Luigi: Superstar Saga é um RPG onde você tem que levar os irmãos Mario ao reino de feijões, dos Hoohooligans. Neste reino, vive uma feiticeira que roubou a voz da Princesa Peach, e agora você deve ajudá-los a derrotá-la e restaurar tudo à paz de sempre.

O jogo conta com um sistema de RPG bem interessante, onde você deve usar a cooperação entre os personagens e movimentos completamente malucos para vencer os desafios que ele coloca na sua frente. Um jogo bem interessante.

Castlevania: Aria of Sorrow

  • Desenvolvedora: Konami
  • Ano de lançamento: 2003

Castlevania: Aria of Sorrow é facilmente um dos melhores jogos da série Castlevania, talvez o segundo melhor depois do clássico Symphony of the Night.

No jogo, você não controla nem Alucard nem um Belmont, mas sim Soma Cruz, um jovem que descobre que tem poderes especiais e que acaba caindo no castelo de Drácula, onde um culto estranho está tentando revivê-lo. O jogo é extremamente divertido, e se você ficou interessado nele, saiba que ele também tem uma continuação no Nintendo DS que é igualmente boa.

Metroid Fusion

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2002

Continuação direta de Super Metroid, Metroid Fusion conta com uma das mais interessantes aventuras de Samus. Nesse jogo, Samus é infectada por um parasita alienígena e acaba sendo salva graças a uma vacina criada com as células do infante Metroid que a salvou no final do jogo anterior.

Agora, Samus deve impedir que esse parasita X tome conta do universo enquanto ela é caçada por SA-X, uma versão assassina dela mesma criada pelo parasita graças à Power Armor dela que foi infectada no começo do game.

Metroid Fusion é simplesmente incrível, com desafio na medida certa, grandes batalhas contra chefes e belos gráficos. Há fãs que não gostam da linearidade dele, mas eu não tiraria e nem colocaria nada nesse jogasso.

Metroid Zero Mission

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2004

Metroid Zero Mission é um remake do primeiro jogo de Metroid, lançado lá nos anos 80 para o NES. O jogo se contenta apenas em recontar esse primeiro game, modernizando-o, trazendo melhorias de qualidade de vida e um capítulo de epílogo ao jogo, sendo assim um ótimo Metroid à época pra quem aguardava novos capítulos da série.

Super Mario Advance 2: Super Mario World

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2001

Super Mario World é um clássico, e a versão de GBA dele não deixa nada a desejar se comparada com a versão de SNES. A versão tem algumas pequenas mudanças, como o som sendo diferente, a resolução ser menor e por isso vermos menos da tela, mas à época a possibilidade de jogar este game novamente onde você quisesse mais do que compensava esses problemas.

Super Mario Advance 4: Super Mario Bros 3

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2003

Super Mario Bros 3 é tido por muitos com o melhor Mario de todos os tempos, e ele é realmente muito bom, já que muitas das ideias que definem o estilo de jogo de Mario estão aqui. Na versão de GBA do jogo, podemos conferir novidades como Luigi e Mario ganhando vozes por Charles Martinet, o dublador oficial de Mario, além da possibilidade de adicionar conteúdo com o e-Reader, um leitor de cartões que a Nintendo lançou pro GBA e que funcionava mais ou menos como uma máquina de DLC offline pro portátil, e também um modo multiplayer baseado na versão de fliperama do jogo.

Sonic Advance

  • Desenvolvedora: Sega
  • Ano de lançamento: 2001

Se você acha que a franquia Sonic morreu depois da geração do Mega Drive, você certamente deveria conferir Sonic Advance. O jogo é basicamente um novo capítulo da série para o portátil da Nintendo, trazendo todos os pontos fortes dos jogos de Mega Drive com algumas novidades, como um novo vilão, fases e assim por diante. Certamente um dos melhores jogos do GBA, e que marca o primeiro lançamento de um game da SEGA para um console da Nintendo depois de anos de rivalidade entre as companhias.

Final Fantasy Tactics Advance

  • Desenvolvedora: Square
  • Ano de lançamento: 2003

Vamos começar falando o óbvio: Final Fantasy Tactics Advance não é melhor que Final Fantasy Tactics. Isso o torna um jogo ruim? De modo algum. O jogo conta uma história bem mais infantil que o seu irmão mais velho, onde você controla Marshe, um jovem que foi transportado para o mundo de Final Fantasy junto um amigo e uma amiga após eles lerem um livro mágico que os levava para um lugar onde cada um deles podia ser o que sempre desejou.

Agora, Marshe quer voltar pra casa e pra isso deve enfrentar as próprias estruturas do mundo em que ele está. O jogo traz o clássico sistema Tactics de volta, classes, criaturas e armas inspiradas em Ivalice, mesmo mundo de Final Fantasy XII e é um bom jogo que merece estar na nossa lista de melhores jogos do GBA.

Tactics Ogre: The Knight of Lodis

  • Desenvolvedora: Quest Corporation
  • Ano de lançamento: 2001

Tactics Ogre: The Knight of Lodis conta os eventos anteriores a Tactics Ogre: Let us Cling Together, jogo que foi lançado para SNES, PS1 e Saturn e que foi criado pelos mesmos desenvolvedores que viriam a fazer Final Fantasy Tactics.

O jogo conta a história de Alphonse, um jovem de Lodis que descobre que foi mandado uma missão para oprimir um país recém conquistado pela pátria dele. O jogo tem uma série de reviravoltas e um tom bem mais adulto do que Final Fantasy Tactics Advance, além de um bom sistema de classes, múltiplos cenários na história e ser também um pouco mais difícil. Um jogasso.

Final Fantasy VI

  • Desenvolvedora: Square
  • Ano de lançamento: 2006

Final Fantasy VI é um clássico do SNES que ganhou uma versão muito boa no GBA. De diferente da versão de SNES, o jogo só tem algumas mudanças na qualidade da trilha sonora mesmo, já que o SNES e o GBA não possuem o mesmo chip sonoro, mas fora isso, o jogo está todo aqui e ainda ganhou algumas adições, como novos Espers e um bestiário, além de uma Dungeon completamente nova também.

Antes do lançamento do Pixel Remaster, dava pra dizer que essa era facilmente a forma mais fácil de jogar o jogo, mas mesmo este lançamento não é nenhum demérito para o game, que merece estar na lista de melhores jogos do GBA.

Fire Emblem: The Sacred Stones

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2004

A franquia Fire Emblem renasceu no GBA, e Fire Emblem: The Sacred Stones é facilmente o melhor dos jogos lançados para ele. Contando a história de Eirika e Ephraim, que devem evitar que o mundo seja destruído após uma ameaça maligna começar a reunir as Pedras Sagradas.

O jogo tem um gameplay muito divertido, personagens carismáticos, boas missões e uma história que não deixa nada a desejar. Se você gosta de Fire Emblem e não jogou esse jogo ainda, ele tem que entrar pra sua lista, e se você gosta de RPGs táticos, ele também é obrigatório.

Pokémon FireRed e LeafGreen

  • Desenvolvedora: Game Freak/Nintendo
  • Ano de lançamento: 2004

Pokémon FireRed e LeafGreen são os remakes dos jogos originais da franquia, Red e Green lançados originalmente no Japão, usando a engine de Ruby, Sapphire e Emerald. O jogo reconta exatamente a mesma história do primeiro game, com você escolhendo Charmander e partindo na sua jornada Pokémon (eu vou fingir que os outros dois não existem porque ninguém escolhe eles) e traz algumas melhorias bem pertinentes a estes jogos, como a possibilidade de correr, correções nos tipos de Pokémon, ataques padronizados para o que era o normal das gerações naquele momento e assim por diante.

Kirby and the Amazing Mirror

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2004

Kirby and the Amazing Mirror é um excelente capítulo da bolina cor de rosa da Nintendo onde você basicamente pode partir para o lado que quiser para derrotar Dark Meta Knight, uma versão maligna do Meta Knight que surgiu graças a uma influência do mal que caiu sobre o Amazing Mirror e que acabou dividindo Kirby em quatro. O jogo tem uma boa jogabilidade, bons pizzles e certamente vai agradar que é fã do personagem.

Tony Hawk’s Pro Skater 2

  • Desenvolvedora: Neversoft/Activision
  • Ano de lançamento: 2000

Tony Hawk’s Pro Skater foi a febre do começo dos anos 2000, e THPS2 é um verdadeiro milagre no Game Boy Advance. O jogo não tem os mesmos gráficos da versão de PlayStation, usando a visão isométrica para que a ação se desenvolva, mas é uma recriação tão boa do game que é fácil você perder horas e horas jogando esse jogo exatamente como na época você fazia no PS1.

Legend of Zelda: A Link to the Past and Four Swords

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2002

Legend of Zelda: A Link to the Past é mais um clássico do SNES que chegou ao GBA com melhorias. Nesse novo jogo, Link ganha a voz que ele tem em Ocarina of Time, além de algumas pequenas modificações pro jogo funcionar melhor uma tela com resolução menor, que é o caso do GBA.

Além disso, Four Swords é uma coleção de dungeons onde você e outros amigos podem usar uma série de cabos Game Link para enfrentar.

Boktai: The Sun is in Your Hands

  • Desenvolvedora: Konami
  • Ano de lançamento: 2003

Boktai é um jogo muito interessante criado por ninguém menos que Hideo Kojima. O jogo é um ótimo RPG de ação e aventura onde você tem que usar um acessório lançado especialmente para ele que captava a luz solar para transformar o poder do sol em energia para o seu personagem derrotar os adversários dentro do jogo, ou seja, o tipo de ideia maluca que só Hideo Kojima consegue ter mesmo.

Castlevania: Harmony of Dissonance

  • Desenvolvedora: Konami
  • Ano de lançamento: 2002

Apesar dos Castlevania de GBA não fugirem muito da mesma fórmula, em Harmony of Dissonance temos a volta dos Belmot ao jogo, então esse jogo também merece destaque na nossa lista dos melhores jogos de GBA.

No jogo, você controla Juste Belmont, enquanto ele procura por Dácula no Castelo dele após este ter sequestrado seu colega. Além de um desafio muito divertido, o jogo também conta com uma excelente trilha sonora.

Final Fantasy IV

  • Desenvolvedora: Square
  • Ano de lançamento: 2005

Final Fantasy IV é o jogo que deu corpo à fórmula clássica de Final Fantasy e que viria a ser aperfeiçoado em Final Fantasy VI. No jogo, você controla Cecil, um Cavaleiro Negro que está lutando para pagar pelos próprios crimes após causar a destruição de uma vila inadvertidamente.

O jogo conta com personagens carismáticos, belos gráficos, a trilha sonora que só Nobuo Uematsu consegue entregar e pessoalmente falando, é o meu capítulo favorito da franquia. A versão de GBA do jogo conta com algumas novidades como novos gráficos, bestiário e também uma nova tradução.

Final Fantasy V

  • Desenvolvedora: Square
  • Ano de lançamento: 2006

Final Fantasy V é mais um excelente capítulo da franquia mais famosa da Square Enix, e um jogo que é mais ou menos uma espécie de capítulo definitivo dos Final Fantasy clásicos como I e III. No jogo, o sistema de Jobs que apareceu em Final Fantasy III e que aparece também em Final Fantasy Tactics é expandido com novas classes, eventos épicos, trilha sonora impecável e todo o bom humor que os Final Fantasy de Hironobu Sakaguchi costumam ter. Dos capítulos do GBA, esse é o menos acessível de cara, mas se você insiste nele, ele acaba se provando um jogo maravilhoso.

Final Fantasy I & II: Dawn of Souls

  • Desenvolvedora: Square Enix
  • Ano de lançamento: 2004

Fechando os Final Fantasy do Game Boy Advance, temos Dawn of Souls, que traz não um, mas os dois primeiros capítulos da série. Este jogo, assim como os outros remakes do console, traz gráficos refeitos, algumas melhorias de qualidade de vida, a trilha sonora com as capacidades sonoras do GBA e assim por diante.

Sobre os capítulos especificamente, Final Fantasy original ainda é bom hoje em dia, mas você provavelmente vai se perder bastante no mapa do jogo já que ele não tem um mapa-mundi. E Final Fantasy II tem uma boa história, mas o sistema de progressão do jogo é simplesmente maluco, e ou você se aproveita dele pra ficar super poderoso logo no começo do jogo, ou você odeia ele.

Mega Man Zero 4

  • Desenvolvedora: Capcom
  • Ano de lançamento: 2005

Mega Man Zero 4 é talvez o melhor capítulo da saga de Zero dentro do GBA. O jogo combina a história interessante de sempre a um gameplay impecável, e pela primeira vez um Easy Mode para quem estiver achando o jogo complicado demais. Claro que não é a melhor coisa do mundo começar pelo 4, mas se você jogar os outros três Mega Man Zero, que também são bons, você certamente vai concordar comigo que esse é o auge da série no portátil da Nintendo.

Golden Sun

  • Desenvolvedora: Camelot/Nintendo
  • Ano de lançamento: 2001

Golden Sun é um dos RPGs mais bonitos e divertidos do GBA sem sombra de dúvidas. No jogo, você combina os poderes de jovens adolescentes a criaturas com as quais eles ficam amigos, e que servem para desbloquear novas classes e habilidades para eles. O jogo ainda traz belos gráficos e uma boa quantidade de conteúdo.

Mario Tennis: Power Tour

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2005

Mario Tennis é praticamente o único jogo de Tenis que ainda existe hoje em dia, e a Nintendo tem dado suporte ao esporte há mais de uma década contando com este jogo de GBA. Nele, temos bastante diálogo, o que pode ser meio chato num jogo de tênis, mas quando o gameplay começa e abre de verdade, o jogo mostra porque merece estar na lista dos melhores jogos de GBA.

Castlevania: Circle of the Moon

  • Desenvolvedora: Konami
  • Ano de lançamento: 2001

O GBA foi um solo fértil pra franquia Castlevania, e Circle of the Moon é mais um ótimo capítulo dela. Nele, você controla Nathan Graves, discípulo do último homem a derrotar Drácula. Agora, ele deve explorar o castelo do Vampiro para resgatar seu mestre, que foi raptado pelo seu grande rival. O jogo é o primeiro dos três Castlevania lançados pro GBA, então dá pra notar que algumas coisas funcionam melhor que outras no jogo e que essas coisas que não funcionam tão bem viriam a ser melhoradas nos títulos que vieram depois dele. Ainda assim, um bom jogo que merece estar na nossa lista de melhores jogos do GBA.

Mother 3

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2006

Mother 3 é meio que um daqueles jogos que têm uma aura mística envolto de si. Nele, você controla Lucas, um jovem com poderes psíquicos que tenta impedir um exército intergaláctico de destruir o seu planeta, enquanto você avança por fases e faz novos aliados. O jogo faz parte da série Earthbound e nunca foi lançado no ocidente, apesar das imensas campanhas que fãs fizeram para que isso acontecesse ao longo dos anos.

GTA Advance

  • Desenvolvedora: Rockstar Games
  • Ano de lançamento: 2004

GTA é uma das maiores franquias de todos os tempos, e GTA Advance está longe de ser o que os fãs que conheceram o jogo a partir do 3 esperam. O jogo é muito mais uma homenagem aos jogos clássicos da franquia, ou seja, 1 e 2, onde você tinha a câmera fixada em cima e se passa como um prequel de GTA 3. No game, você controla Mike, um criminoso pé de chinelo que está atrás de vingança pela morte do parceiro dele.

Gunstar Super Heroes

  • Desenvolvedora: Treasure/Sega
  • Ano de lançamento: 2005

Gunstar Super Heroes é a sequência direta do clássico de Mega Drive, e o jogo é excelente. Ele traz ação sidescroller de primeira categoria, fases que aproveitam o máximo do Mode 7, além de inimigos memoráveis e fases que são de tirar o fôlego. Se você gostava do clássico e ainda não jogou esse, dê uma chance pois você não vai se arrepender com ele.

Harvest Moon: Friends Of Mineral Town

  • Desenvolvedora: Marvelous Interactive
  • Ano de lançamento: 2003

Harvest Moon é o jogo que deu origem ao gênero de “vamos cuidar de uma fazenda”, e esta edição do jogo para o GBA é bem divertida. O jogo consegue dosar bem a carga de novidades e mecânicas que ele vai apresentando conforme você avança no manejo das suas terras, e se você estiver curioso para saber como eram os jogos de fazendinha antes de Stardew Valley, esse é um bom lugar por onde começar.

F-Zero: Maximum Velocity

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2001

F-Zero é uma das melhores franquias que a Nintendo esqueceu completamente, e Maximum Velocity é um ótimo capítulo dela. O jogo lembra bastante o F-Zero de Super Nintendo, mas conta com novos gráficos dos carros, algumas novidades nas pistas e muita velocidade, além de uma trilha sonora muito legal. Eu queria muito que F-Zero voltasse um dia, e vocês?

Drill Dozer

  • Desenvolvedora: Game Freak/Nintendo
  • Ano de lançamento: 2005

Drill Dozer é um jogo bem interessante da GameFreak (sim, a mesma desenvolvedora de Pokémon) para o GBA. O jogo é basicamente um sidescroller de plataforma onde você controla uma garota que tem que enfrentar inimigos com uma furadeira e fazer o melhor uso dela para vencer os desafios. Essa furadeira também pode ser usada para abrir caminhos no cenário, e o resultado é um jogo bem divertido e com uma ótima trilha sonora.

Astro Boy: The Omega Factor

  • Desenvolvedora: Treasure/Sega
  • Ano de lançamento: 2003

Astro Boy é um personagem que tem milhões de fãs ao redor do mundo, e esse jogo de GBA faz justiça ao personagem. O jogo é mais um dos milhares de sidescrollers que o portátil da Nintendo oferece, mas combina um gameplay bem divertido que se alterna com cenas da história, além de fazer um bom uso do 3d ao colocar personagens bem grandes na tela.

WarioWare, Inc.: Mega Microgames!

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2003

A série WarioWare é bem interessante e divertida, e Mega Microgames é mais um excelente capítulo dela. Pra quem não conhece, WarioWare é uma sequência frenética de minigames completamente malucos que só a Nintendo conseguiria pensar, como por exemplo desviar de tubarões, segurar um cabo pra evitar que ele caia no chão e assim por diante. Só jogando ou assistindo mesmo pra entender o quão pirado e divertido esse jogo é.

Advance Wars e Advance Wars 2

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2004

Advance Wars é um jogo de estratégia da Nintendo que é muito divertido e que traz uma abordagem bem lúdica aos horrores da guerra. No jogo, você deve posicionar e treinar unidades e impedir que os inimigos capturem os seus objetivos ou destruam as suas tropas antes de você conseguir cumprir a sua missão. O jogo vai ficando cada vez mais complexo e é muito divertido.

Street Fighter Alpha 3

  • Desenvolvedora: Capcom
  • Ano de lançamento: 2002

A versão de GBA de Street Fighter Alpha 3 é bem interessante. O jogo obviamente não conta com os mesmos gráficos das versões de PlayStation e Dreamcast, por exemplo, parecendo-se mais com o Street Fighter Alpha 2 que lançou uns anos antes pro SNES, mas a jogabilidade do jogo está ali inalterada, e é um ótimo exemplo de como o GBA consegue entregar bons jogos de luta, mesmo contendo apenas quatro botões de soco e chute.

Super Mario Advance 3: Yoshi’s Island

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2002

Yoshi’s Island é um dos jogos do Mario mais interessantes que a Nintendo já lançou, e Super Mario Advance 3: Yoshi’s Island é uma conversão perfeita dele pro GBA. No jogo, você controla não Mario, mas o Yoshi, e deve avançar as fases com o Bebê Mario, coletando ovos, vencendo inimigos e tentando não enlouquecer quando você é atingido e o bebê começa a chorar desesperadamente enquanto você não termina de regatá-lo.

Kirby: Nightmare in Dreamland

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2002

Kirby: Nightmare in Dreamland é mais um daqueles ótimos jogos da bolinha cor de rosa que só a Nintendo sabe fazer. O jogo é um remake de KIrby’s Adventure, e conta basicamente com o mesmo level design e loop de gameplay que o jogo original, mas sendo um pouco mais acessível. O enredo do jogo não é nada complexo, basicamente uma entidade chamada Nightmare corrompeu a fonte dos sonhos, e agora cabe a você e a Kirby avançarem pelas fases, devorarem inimigos e restaurarem a paz na Dreamland.

Mr. Driller 2

  • Desenvolvedora: Namco
  • Ano de lançamento: 2000

Mr. Driller 2 é uma continuação direta do jogo original, que foi lançado pra múltiplas plataformas. O jogo é basicamente o mesmo do anterior, ou seja, você controla os Drillers e tem como objetivo perfurar um labirinto para chegar até o final dele sem ser esmagado e sem ficar sem ar. O jogo é bastante divertido e simples, perfeito para umas partidas casuais.

Super Street Fighter II Turbo – Revival

  • Desenvolvedora: Capcom
  • Ano de lançamento: 2001

Street Fighter II foi o jogo que revolucionou os jogos de luta, e Turbo Revival era na época uma das melhores versões desse jogo, e que podia ser jogada em qualquer lugar. Com algumas mudanças nos visuais da interface do jogo, mas trazendo os mesmos gráficos e jogabilidade do SNES, Street Fighter II Turbo – Revival é um ótimo jogo que luta que também merece um lugar na lista dos melhores jogos de GBA.

Lunar Legend

  • Desenvolvedora: Japan Art Media/Ubisoft
  • Ano de lançamento: 2002

Lunar era uma franquia de RPG muito interessante que nasceu no SEGA CD e que depois veio a ganhar jogos para o Saturn e para o PS1. Lunar Legend é uma espécie de Remake de Lunar Silver Star Story, com visuais próprios e diversas atualizações de qualidade de vida. Eu particularmente prefiro os visuais das versões de PlayStation, mas o jogo segue bem divertido.

Double Dragon Advance

  • Desenvolvedora: Atlus
  • Ano de lançamento: 2003

Double Dragon Advance é um remake do jogo lançado para arcade nos anos 80, trazendo a história de Billy e Jimmy Lee, que enfrentam hordas e mais hordas de bandidos para resgatar Marian, a namorada de Billy. Se você gostou da franquia Streets of Rage, por exemplo, pode apostar que você vai gostar desse jogo.

Spider-Man: Mysterio’s Menace

  • Desenvolvedora: Vicarious Visions/Activision
  • Ano de lançamento: 2001

Quem aí lembra das toneladas de jogos licenciados de heróis que a gente tinha? Spider-Man: Mysterio’s Menace é um exemplo desses, onde você avança por corredores, enche os inimigos de porrada, enfrente chefes e vive as confusões da vida de Peter Parker. Um jogo bem divertido que merece estar na lista de melhores jogos do GBA.

Super Monkey Ball Jr

  • Desenvolvedora: Sega
  • Ano de lançamento: 2002

Super Monkey Ball Jr é um jogo verdadeiramente impressionante, afinal ele é um jogo 3D rodando no GBA e se saindo muito bem nessa tarefa. O jogo é basicamente uma versão portátil de Super Monkey Ball para o GameCube, ou seja, um jogo onde você controla um macado dentro de uma bola que deve avançar pelo cenário e superar obstáculos antes de chegar no objetivo. Um jogo simples e muito divertido.

Final Fight One

  • Desenvolvedora: Capcom
  • Ano de lançamento: 2001

Final Fight é um dos meus Beat them Ups favoritos de todos os tempos, e Final Fight One é finalmente uma conversão perfeita do jogo chegando a uma plataforma da Nintendo. O jogo traz tudo o que o arcade apresentou nos anos 80, ou seja, os três personagens jogáveis e todas as fases. Só é uma pena que não dê pra jogar com outra pessoa, afinal de contas, jogos do tipo brilham quando jogados cooperativamente.

Metal Slug Advance

  • Desenvolvedora: SNK
  • Ano de lançamento: 2004

Todo mundo já jogou Metal Slug na vida, e Metal Slug Advance é exatamente o que o nome do jogo sugere, trazer a experiência de Metal Slug para o portátil da Nintendo. O jogo inova deixando de lado aquela ideia de que você morre se for atingido por qualquer ataque inimigo, adotando agora uma barra de vida. Além disso, ele também conta com um sistema de cartas, que podem ser obtidas tanto de reféns quanto pelo cenário do jogo. Essas cartas servem tanto pra trazer informações sobre certos personagens do jogo quanto para melhorar as habilidades dos seus soldados, adicionando assim mais profundidade ao gameplay clássico de Metal Slug.

Kingdom Hearts: Chain of Memories

  • Desenvolvedora: Square Enix
  • Ano de lançamento: 2004

Kingdom Hearts: Chain of Memories é mais um daqueles jogos que servem pra entender a complicada linha do tempo de Kingdom Hearts. O jogo se passa logo após os eventos do primeiro Kingdom Hearts, e nele você controla Sora, Donald e Pateta dentro do Castle Oblivion, um misterioso castelo mantido por Lord Marluxia. Este castelo tem propriedades especiais que fazem os visitantes dele perderem a memória quando entram, e agora Sora e companhia devem navegar pelos mundos do primeiro jogo não como eles existem, mas da forma como Sora se lembra deles.

Rayman Advance

  • Desenvolvedora: Ubisoft
  • Ano de lançamento: 2001

Rayman Advance é basicamente um remake do primeiro Rayman, um dos primeiros jogos da Ubisoft para a geração do PlayStation. O jogo retém todas as características do lançamento original, sendo um ótimo jogo de plataforma com uma bela trilha sonora e gráficos muito coloridos e vivos.

Mario vs Donkey Kong

  • Desenvolvedora: Nintendo
  • Ano de lançamento: 2004

Mario vs Donkey Kong é uma espécie de continuação ou homenagem ao clássico que iniciou a história da Nintendo nos videogames. Nesse jogo, você controla o encanador bigodudo e deve salvar mini versões dele espalhadas pelas fases, enquanto você tenta superar inimigos jogando coisas em você e desafios de plataforma. Um jogo bem divertido para passar o tempo e que também merece entrar para a nossa lista dos melhores jogos de GBA.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade