Nvidia anuncia placas de vídeo RTX 2070, RTX 2080 e RTX 2080 Ti

A Nvidia finalmente anunciou sua nova geração de placas de vídeo durante a Gamescom, na Alemanha — acompanhamos o anúncio e os detalhes do produto em evento realizado pela Nvidia Brasil em São Paulo.

A série GeForce RTX 2000 promete seis vezes mais performance que a geração anterior e foco na técnica de ray-tracing (traçado de raios, em tradução livre) em tempo real. A tecnologia está em desenvolvimento há 10 anos e promete muito mais realismo à iluminação e sombras em jogos.

Foram três placas anunciadas: RTX 2070, que substituirá a GTX 1070; RTX 1080, que substituirá a GTX 1080; RTX 1080 Ti, que substituirá a GTX 1080 Ti.

O avanço entre gerações foi significativo, tanto que a RTX 2070, GPU mais simples entre as anunciadas, supera a Titan XP em performance. Ela conta com clock base de 1410MHz, 2304 CUDA cores e 8GB de memória GDDR6.

A RTX 2080 foi projetada com overclocking em mente. Ela apresenta base clock de 1515 MHz e boost clock de 1710 MHz, 2944 CUDA cores e 8GB de memória GDDR6. Já a RTX 2080 Ti tem base clock de 1350 MHz e boost clock de 1545 MHz, 4352 CUDA cores e 11GB de memória GDDR6.

A recomendação da Nvidia é que setups formados pelas novas GPUs utilizem fonte de alimentação de 650W. A RTX 2080 consome cerca de 215 watts.

O que é Ray-tracing?

Ray-tracing é uma técnica de renderização que lida com reflexões da luz em tempo real. A Nvidia esteve trabalhando na tecnologia há 10 anos, em conjunto com a arquitetura Turing, para trazê-la à vida e possibilitar que elas signifiquem um avanço não só para gamers, mas para projetistas, arquitetos e na área hospitalar.

Segundo o presidente da Nvidia no Brasil, Richard Cameron, a técnica de ray-tracing é a barreira que precisava ser quebrada para que a diferença entre o que é artificial e real ficasse indistinguível. Agora que a tecnologia finalmente alcançou tal ponto, precisamos esperar que tais obras que desafiam nosso senso de realidade sejam criadas.

As novas placas de vídeo conseguirão rodar conteúdo em 4K com taxas de frame bem altas — leia-se, acima dos 60. Uma demo intitulada “infiltrator” foi reproduzida durante o anúncio dos produtos, em resolução 4K e taxa de 60 quadros estáveis por segundo. De acordo com Jensen Huang, o game estava rodando a 78fps, porém o telão do evento era limitado a 60Hz. A mesma demo em uma GTX 1080 Ti rodaria em 30fps.

As novas placas de vídeo foram anunciadas com preço sugerido de US$ 499 para a RTX 2070; US$ 699 para a RTX 2080 e US$ 999 para a RTX 2080 Ti. Elas já estão em pré-venda nos EUA e serão lançadas em 20 de setembro.

No Brasil, as GPUs ainda não têm data de lançamento. Elas serão vendidas, inicialmente, pela KaBuM!, Pichau e Terabyteshop. Segundo Cameron, saberemos os preços das placas no Brasil em até dez dias. Quais são seus palpites?

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade