Novo Mod de A Link to the Past deixa os jogadores compartilharem seu inventário online

Um novo Mod de The Legend of Zelda: A Link to the Past traz um desafio multiplayer bem difícil para o jogo. Com a ajuda de um emulador e alguns códigos especiais, dois jogadores podem coordenar seu progresso através do jogo e compartilhar o seu inventário.

Andi McClure é uma desenvolvedora de jogos independente que têm muito conhecimento sobre speedruns randomizados, que misturam e mudam a localização dos itens do jogo, para criar uma versão alterada de A Link to the Past. “Runs” feitas utilizando um randomizador as vezes são feitas em equipes de duas pessoas, que comunicam a localização de itens através de um programa como o Skype ou o Discord. O script de McClure, escrito em Lua, permite que os jogos dos jogadores se sincronizem de forma que pegar um item em um dos jogos fará o mesmo item aparecer no inventário do outro jogador.

“Eu pensei que equipes de speedrun poderiam usar algum tipo de emulador para compartilhar itens,” disse McClure em entrevista ao Kotaku. “Então eu decidi que queria fazer isso se tornar realidade.”

McClure testou o seu script em um speedrun junto com a game designer Alex Zandra Van Chestein. A run cooperativa foi terminada com um tempo de 2:04:31 mas as duas encontraram algumas dificuldades no meio do caminho. Em um determinado momento, Van Chestein perdeu a sua espada quando McClure fez um NPC melhorar a sua própria espada.

“O jeito que o randomizador funciona é que quando um valor de memória é mudada, o valor só é atualizado se o novo valor for maior,” disse McClure. “Em um certo momento durante aquele minuto, o valor de memória para a sua espada foi colocado para 255. Não existe uma espada de nível 255.”

Mesmo com McClure consertando o problema, a dupla precisou usar o seu “Game Genie” dentro do emulador para criar uma nova espada no inventário de Van Chestein. As quebras de sequência da run também causaram problemas para Van Chestein, incluindo uma seção onde um NPC invisível a seguiu e preveniu os outros companheiros de se juntar a ela.

Ainda existem problemas com o script que e como ele afeta o jogo que precisam ser consertados, mas McClure torce que o script poderá ser usado em outros jogos também, criando divertidas runs cooperativas.

“Os três jogos que eu quero dar suporte quando eu “lançar” isso são Super Metroid, Link to the Past e o randomizador de Link to the Past,” disse McClure. “Eu acho que um speedrun coop de Super Metroid seria realmente interessante.”

David Brito

Fã de Roguelikes e J-RPGs, David passa a maior parte do seu tempo livre testando novos jogos e lembrando a todos o quanto ele ama a franquia Persona.

Publicado por