Games

Mesmo depois de ter sido hackeado o sistema antipirataria do Nintendo Switch é extremamente eficiente

No mês passado foi noticiado que pela primeira vez o Nintendo Switch havia sido hackeado, e o hack usava uma falha específica do console que não permitia que a Nintendo pudesse corrigir com um eventual atualização.

Desde então, diversos usuários estão temendo que em breve jogos pirateados comecem a ser rodados no Switch.

Entretanto, um famoso hacker conhecido apenas como SciresM publicou recentemente no Reddit, detalhando o funcionalmente de alguns sistema do Switch e explicando que mesmo assim as medidas antipirataria da Nintendo são extremamente eficiente.

O post detalha que tipo de informação é transmitida quando você conecta sua conta online, e segundo SciresM os sistemas antipirataria da Nintendo são tão fortes que eles facilmente são capazes de detectar jogos pirateados e rapidamente banir essas contas (via Nintendo Insider).

“São medida antipirataria extremamente eficientes – a Nintendo fez um ótimo trabalho.” O hacker continua explicando como funciona o sistema de autenticação de jogos físicos e digitais para saberem se eles foram pirateados.”

“No caso do cartucho, a Nintendo pode detectar se o usuário conectado possui ou não dados de cartão de jogo autorizado para Nintendo.”

“No caso de jogos digitais, a Nintendo bloqueia perfeitamente a pirataria online.Os tickets não podem ser falsificados, e a Nintendo pode verificar se a identificação do ticket corresponde ao ID do dispositivo para certificar que o cliente está se conectando (banindo a incompatibilidade). Por tanto você não pode se conectar online sem ser banido imediatamente.”

Em resumo, se você tentar piratear jogos do Switch você provavelmente vai acabar mal. Mesmo tentando métodos offline, as diversas atualizações, DLCs e conteúdos online, o obrigaram a conectar o console com a internet e quando isso acontecer, se o seu jogo for pirata é quase certeza que a sua conta será banida.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade