Categorias: E-SportsGames

Filho de senador responsável pelo projeto de regulamentação dos Esports é vice-presidente da Confederação de Desporto Eletrônico

O mundo dos esportes eletrônicos profissionais do Brasil está passando por um dos seus momentos mais importantes graças ao Projeto de Lei 383, que visa regulamentar a atividade de jogadores profissionais no país, mas como nada acontece por acaso no nosso país, é claro que tinha que ter algum interesse por trás do projeto, não é mesmo?

Hoje, o site Draft5.gg publicou uma matéria onde eles descobriram que o filho do autor do PL 383 é vice-presidente da Confederação Brasileira de Desporto Eletrônico, entidade que irá gerir os esports no Brasil caso o projeto seja aprovado como ele está.

A informação foi obtida graças ao portal de transparência da confederação e, como podemos conferir abaixo, o vice-presidente da CBDEL é Roberto Rocha Junior, filho do senador Roberto Rocha, do PSDB do Maranhão.

Curiosamente, Roberto Rocha Junior assumiu o cargo um mês após o pai apresentar o projeto de lei que visa regulamentar os esports no país.

No projeto original apresentado por Roberto Rocha, a CBDEL teria poderes a confederações e federações sobre os esports.

“Art. 4º Fica reconhecida como fomentadora da atividade esportiva a Confederação, Federação, Liga e entidades associativas, que dentro das suas competências normatizam e difundem a prática do esporte eletrônico.”

Felizmente, partes do projeto já foram alteradas pelo presidente do senado, Davi Alcolumbre, já que elas eram inconstitucionais.

No Draft5, você pode conferir mais informações sobre o PL383.

Este website utiliza cookies