Fã de GTA que se envolveu em uma perseguição de quase 100km é condenado a 160 anos de prisão

Ryan Adam Stone, ex-jogador profissional de hóquei e fã de GTA, que se envolveu em uma perigosa perseguição policial de quase 100km e feriu gravemente um policial, foi condenado recentemente a 160 anos de prisão.

O júri do Condado de Douglas, Colorado, condenou Stone por 18 acusações, incluindo tentativa de homicídio culposo, agressão em primeiro grau e abuso infantil (via Denverpost).

Durante a perseguição que ocorreu em março de 2014, Stone chegou a dirigir a 160km/h e por diversas vezes na contramão, colocando em risco a vida de dezenas de pessoas.

A perseguição começou na cidade de Longmont, onde Stone roubou um SUV com um garoto de apenas 4 anos no banco de trás. Ele ainda roubou mais outros dois carros até finalmente ser detido pela polícia.

Além de todo esse terror, a perseguição ainda deixou gravemente ferido o policial Bellamann Hee que foi atingido por Stone enquanto dirigia a quase 140km/h. Hee teve a sua perna quebrada em 20 lugares e se tivesse sido atingido de outra maneira poderia estar morto.

As acusações a Stone de agravaram após ele não demonstrar nenhum tipo de remoço ou arrependido pelos seus atos. Em diversas gravações de conversas com a sua namorada, Stone se vangloria dos seus feitos e cita como fonte de inspiração GTA, o famoso game de mundo aberto da Rockstar.

Embora os familiares de Stone aleguem que o seu vício em metanfetamina o fez perder boa parte da memoria da perseguição, em diversas momentos Stone zomba o policial Hee por ter ficado “no meio da estrada”.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade