Expansão recente de Baldur’s Gate recebe duras críticas por conter personagem transexual

Lembra de Baldur’s Gate? Aquele baita jogo lançado no início da década passada e que divertiu muita gente por ter sido a primeira vez que a engine de D&D foi colocada com sucesso dentro de um jogo de computador? Pois é, o game voltou a chamar a atenção nos últimos dias, mas infelizmente não foi pela sua qualidade, não.

Tudo começou na semana passada durante o lançamento da nova expansão de Baldur’s Gate, chamada Siege of Dragonspear. Até ai tudo bem, todo mundo comemorando o lançamento de conteúdo inédito depois de 18 anos do lançamento do game original, mas o que ninguém esperava é que alguns fãs da franquia iriam se irritar tanto pela inclusão de personagens com personalidades diferentes das que eles estavam acostumados.

Resumindo a história, a internet pegou fogo por causa de uma mulher de personalidade forte e outra transexual. Centenas de reviews negativos começaram a aparecer nas páginas do jogo na Steam e na GOG e ninguém parece sequer tentar esconder a hipocrisia de julgar o jogo por estes motivos. Alguns até chegam a criticar abertamente o jogo por ele ter se tornado um “LGBT like”, seja lá o que isso quer dizer.

Quem jogou a versão original sabe que os criadores do game gostam de criar personagens marcantes e que de certa forma, sempre tentaram abordar várias nuances de personalidade e estilo. Minsc talvez seja o melhor exemplo disso, até por que foi duramente criticado na época por ser um personagem considerado demente, incluso em um jogo para crianças.

Há também algumas críticas ao jogo relacionadas à bugs e problemas de funcionamento, mas eu particularmente não joguei para opinar sobre o game. A escritora por trás das novas personagens está sendo duramente criticada pelo twitter e alguns usuários prometeram que farão ela abandonar o cargo, da mesma forma que fizeram com outra executiva da Nintendo há algum tempo atrás.

Ademais, é possível ver críticas relacionadas aos gráficos do jogo e a como a engine de Baldur’s Gate não evoluiu nesta expansão. Pior do que isso, é verificar que a mentalidade de alguns jogadores também não vem evoluindo nos últimos tempos e que temas como esse ainda despertem tanto ódio por ai. Isso realmente me entristece, de verdade.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade