Executivo responsável por The Division afirma que assumir posições políticas nos jogos é “ruim para os negócios”

Recentemente durante a Sweden Game Conference, Alf Cornelius, COO da Massive, um dos estúdios da Ubisoft responsáveis pela franquia The Divison, fez alguns comentários sobre as abordagens políticas nos jogos.

Para Cornelius, os games não devem assumir posições políticas claras, pois na maioria das vezes estão representando uma fantasia, além de que isso prejudica as vendas do jogo (via GI.biz).

“É um equilíbrio, porque não podemos ser abertamente políticos em nossos jogos. Então, The Division, por exemplo, é um futuro distópico e há muitas interpretações de que é algo que vemos a sociedade atual se aproximar, mas não é – é uma fantasia.”

“Mas as pessoas gostam de colocar política nisso, e nos afastamos dessas interpretações tanto quanto podemos porque não queremos nos posicionar no cenário político atual. Também é ruim para os negócios, infelizmente, para ser totalmente honesto… mas é interessante e é uma discussão que temos.”

Cornelius ainda comparou com Avatar, de James Cameron, que coincidentemente a própria Massive está trabalhando em um jogo baseado no universo do filme.

“A visão de James Cameron com o filme [Avatar] é que precisamos fazer algo como seres humanos, porque vamos destruir o mundo se continuarmos fazendo do jeito que estamos. Iss é político, mas não estamos saindo e dizendo que você deveria votar nessa pessoa, ou você não deveria fazer isso. É uma declaração política, é claro, e achamos que é importante, mas não estamos forçando ninguém a fazer isso.”

A discussão sobre política nos jogos não é uma questão nova e por diversas vezes os representantes da Ubisoft salientarem que The Division 2 não tem qualquer posição ou influência política.

No entanto, citando o excelente artigo do Kotaku, escrito por Heather Alexandra, “A ideia de que um jogo sobre salvar a capital americana não tem qualquer inclinação política é um absurdo… Os vários símbolos da América – a Casa Branca, a bandeira americana, o Monumento a Washington – têm uma história ligada a eles. A bandeira americana nada mais é que um pedaço de tecido, mas dependendo do indivíduo que a está segurando, ela pode ser um símbolo de ideais inspiradores ou uma bandeira da conquista imperial”.

Então, política não está somente relacionada a esquerda, direita ou movimentos políticos. Política está relacionada a tudo, a cada opinião que temos em relação a qualquer assunto cotidiano e principalmente a arte. E videogames como uma expressão artística jamais poderão fugir disso, mesmo que os seus criadores tentem negar.

The Division 2 será lançado no dia 15 de março de 2019 para PC, Xbox One e PS4.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.