Ex-funcionário da Naughty Dog diz ter sido vítima de assédio sexual dentro da companhia

Um ex-funcionário da Naughty Dog comentou recentemente no Twitter que sofreu assédio sexual enquanto trabalhava no estúdio, e que isso acabou resultando em sua demissão da companhia.

Numa série de Tweets, David Ballard, disse que foi demitido assim que fez a reclamação aos Recursos Humanos da Sony, e que, após a demissão, a companhia ainda tentou oferecer 20 mil dólares para que ele não tornasse o caso público.

Desde então, Ballard não conseguiu outro emprego, e quando perguntado sobre o motivo dele ter deixado a Naughty Dog, ele costuma responder que ele saiu por causa do estresse, e não por ter sido assediado, afinal, isso seria algo vergonhoso de se dizer, mas, tendo em vista a série de denúncias que estão sendo feitas no meio artístico, ele decidiu também fazer a denúncia dele publicamente.

Após essa denúncia, a Naughty Dog emitiu um comunicado dizendo que é totalmente contra assédios e condutas inapropriadas no ambiente de trabalho, e que investigou o caso do ex-funcionário e não encontrou nenhuma evidência do ocorrido.

Ballard trabalhou em diversos jogos da franquia Uncharted e em The Last of Us.

Publicado por
Tags: Naughty Dog

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade