Games

Erro de tradução fez alguns usuários chamarem Kojima de arrogante por causa da expressão “A Hideo Kojima Game”

No último final de semana, o mundo dos joguinhos acabou entrando em mais uma polêmica, dessa vez envolvendo Hideo Kojima, o aclamado criador da franquia Metal Gear e diretor de Death Stranding.

Tudo começou por causa de uma publicação na conta em inglês de Kojima no Twitter, onde ele explica o que significa exatamente o fato de um jogo carregar o título de “A HIDEO KOJIMA GAME”.

“A HIDEO KOJIMA GAME significa a declaração de que eu estou fazendo o conceito, produção, história original, roteiro, cenário, game design, elenco, negociação, direção, ajustes de dificuldade, divulgação, visual design, edição, e supervisão de merchandising.”

Os usuários rapidamente começaram a acusar o diretor de arrogante, já que o texto deixa a entender que Kojima faz absolutamente tudo no jogo, sem oferecer o devido valor a toda equipe do seu estúdio.

No entanto, como esclarecido pelo Kotaku, houve uma pequena falha de tradução no tweet original de Kojima em japonês, em que ele usa a palavra “関 わ る ou kakawaru”, que seria mais corretamente traduzida como “envolvido”. Logo, a afirmação do diretor não é que ele fez tudo, mas sim que “A Hideo Kojima Game” significa um projeto em que ele esteve envolvido em todas as etapas da produção.

Basicamente, a intenção da frase é transmitir que esse é o seu selo de aprovação, diferente de outros projetos em que ele esteve envolvido apenas como designer ou roteirista.

Embora a história de Death Stranding ainda seja bastante misteriosa, sabemos que você controlará Sam “Porter” Bridges, personagem interpretado pelo ator Norman Reedus, que será uma espécie de entregador que transportará diferentes tipos de cargas.

O jogo é exclusivo de PlayStation 4 e chega no dia 8 de novembro.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade