Categorias: Games

Entenda o que é canônico e o que é filler em Naruto

Como os episódios dos anime devem retratar histórias e arcos que se passam bem antes das histórias lançadas no mangá., é natural que surjam episódios e até arcos inteiros no anime que não apareceram no mangá. São os famosos “fillers” que, muitas vezes, sequer são considerados canônicos dentro de suas propriedades. Mas como funciona o canon no universo de Naruto?

Sendo uma obra com alcance mundial, Naruto tem mais do que apenas o mangá e o anime. São infinitos filmes, OVAs, jogos, reproduções em outras mídias, light novels e outras formas de se consumir a saga dos ninjas coloridos.

E apesar da maioria das coisas que não são mangá e anime serem completamente não canônicos e a comunidade de fãs debater entre o que é canon e o que não é, existe um guia hierárquico que explica como tudo pode ser ajeitado.

Inspirados pela forma como a comunidade de Star Wars trata as infinitas obras canônicas ou não da história de guerra nas estrelas, a comunidade da Narutopedia dividiu os níveis de “canonicidade” de Naruto da seguinte forma:

Cânon-K – Kishimoto/Kodachi Cânon

O primeiro e mais alto nível canônico trata tudo que Masashi Kishimoto (autor de Naruto) e Ukyo Kodachi (escritor de Boruto) como cânon. Elementos que originaram dos dois criadores que apareçam em outros meios que não os mangás de Naruto e Boruto, como revistas, artigos, entrevistas, filmes, etc, contam como Cânon-K.

Como o mangá de Boruto: Naruto Next Generations é a “última versão” desse cânon, qualquer coisa dita nessa série que é diferente de alguma coisa que veio antes é tida como um “retcon” e nova definção de cânon.

Cânon A – Anime Cânon

O segundo nível canônico trata de tudo que aparece no anime. Devido a própria natureza de como o anime é lançado em relação ao mangá, é natural que exista muito mais conteúdo e história nele. Tudo que existe no anime e não contradiz nada que está no mangá é considerado canônico.

 

Cânon C – Cânon de Continuidade

O terceiro nível se refere a criações oficiais de distribuidores oficiais e produtores como a Shounen Jump. Esse nível é semelhante ao nível A, qualquer coisa que é explicada aqui (através de databooks, novelas e etc) que não seja explicada nos níveis acima é considerado canônico até que os dois níveis acima tratem do mesmo tópico.

Todos os filmes e light novels, com exceção dos filmes The Last: Naruto the Movie e Boruto: Naruto the Movie (que são Cânon-K) se enquadram nessa categoria.

 

Não Canônico

História spin off ou que tratem de história paralelas e não relacionada com a série principal, como o Rock Lee’s Springtime of Youth, OVAs, especiais do anime, gameplay e a história da maioria dos videogames, além de reproduções teatrais não tem nenhum peso canônico.

 

Caso especial: Video Games

Apesar da história e gameplay de videogames não serem considerados cânon, algumas coisas dentro deles podem ser considerados como Cânon-C. Por exemplo, em Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Generations, existe um pequeno OVA tratando sobre a luta de Hashirama e Madara Uchiha que era considerado canônico até que a luta fosse representada no Cânon-K algum tempo depois.

 

 

Vale lembrar que esse guia é apenas um guia e apenas uma forma de ser a estrutura canônica criada por uma enorme base de fãs que criou a Wikia de Naruto. É a forma como eu e os outros aqui do Critical Hits tratam também para gerar uma forma de unidade na produção dos artigos.

 

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies