Categorias: Games

EA afirma que as suas loot boxes são na verdade “mecânicas de surpresa” e compara com Kinder Ovo

Depois de toda a polêmica envolvendo a implementação de loot boxes em Battlefront 2, tem sido frequente a discussão no mundo dos jogos sobre a ética e até mesmo a legalidade desse tipo de prática. No entanto, embora alguns países já tenham banido jogos com elementos desse tipo, para a Eletronic Arts as loot boxes são “mecânicas de surpresa” e “bastante éticas”.

Em uma sessão organizada pelo Comitê Digital, Cultural, Mídia e Desportos no Parlamento do Reino Unido, Kerry Hopkins, Vice Presidente de Assuntos Legais e Governamentais da EA, defendeu as loot boxes, as comparando com os famosos Kinder Ovo.

“Se você for em uma loja que vende muitos brinquedos e fizer uma busca por brinquedos surpresa, o que você descobrirá é que isso é algo que as pessoas gostam. Eles gostam de surpresas. E isso é algo que faz parte dos brinquedos há anos, seja os Kinder Ovo, os Hatchimals ou o LOL Surprise.”

“Nós achamos que a maneira como implementamos esse tipo de mecânica no FIFA – que é dos nossos grandes focos, com o FIFA Ultimate Team e nossos pacotes – é na verdade bastante ética e divertida.  As pessoas adoram.”

Hopkins ainda comenta que concorda com a posição da comissão do Reino Unido em não classificar loot boxes como jogos de azar, mas reconhece que os comitês de outros países como Holanda e Bélgica decidiram seguir outra interpretação.

“Eles decidiram que, de acordo com as leis locais, esses mecanismos, sob certas circunstâncias, violam a lei.”

Esse comitê foi montado no Reino Unido justamente para o governo entender melhor como abordar as questões das loot boxes, e além da Eletronic Arts também estavam presentes representantes da Epic para falar sobre Fortnite, que é especialmente popular entre as crianças.

Este website utiliza cookies