Dragon Ball Z: Kakarot mostra destino final de personagem da série clássica

Um dos maiores problemas de Dragon Ball é que seu criador, Akira Toriyama, as vezes esquece de dar um destino final à alguns personagens da série. Por mais que alguns deles estejam aos poucos retornando em Dragon Ball Super, outros pareciam fadados ao esquecimento eterno. Pelo menos até agora.

Eis então que Dragon Ball Z: Kakarot foi lançado e com ele a premissa de que algumas pontas soltas seriam enfim consertadas ao logo do game. Já comentamos aqui que o jogo já revelou o verdadeiro nome do Androide 16 – construído após a morte do filho de Dr. Gero, e que acabou tornando a Androide 21 como personagem canônico da série.

Mas além disso Kakarot parece ter finalmente explicado o que aconteceu com Launch, a personagem esquizofrênica mais querida de toda a série. Apesar de ter dado as caras rapidamente durante a saga de Majin Boo enquanto Goku reunia energia para Genki Dama, nunca tínhamos ficamos sabendo o que aconteceu com ela após os eventos da saga clássica.

Porém durante uma missão especial no game nos é revelado que Launch esta constantemente perseguindo um lutador misterioso que fica o tempo todo mudando o seu local de treino. Os fãs ainda estão tentando descobrir o que isso significa, mas a personagem continua sendo vista ao longo do jogo.

Em determinado momento Launch encontra-se com Gohan antes da saga do planeta Namek. É então revelado que a personagem seguiu seu próprio caminho de aventuras a parte, comandada principalmente por sua outra personalidade, Blonde. Embora tenha sido esquecida completamente por Toriyama, Kakarot enfim revela que a personagem tinha coisas melhores para fazer do que seguir os anseios de Goku e sua turma.

Dragon Ball Z: Kakaroto foi lançado no último dia 17 de janeiro para PC, PS4 e Xbox One, e tem tido opiniões mistas da crítica especializada.

João Víctor Sartor

João Víctor Balestrin Sartor é colaborador e sex-symbol do Critical Hits. Admirador das boas histórias, almeja de verdade escrever um livro algum dia. Divide seu tempo entre à leitura, jogatina, trabalho, engenharia e quando sobra tempo, vive.

Este website utiliza cookies