Categorias: Games

Diretor de World of Warcraft afirma que o último boss de Caldeirão das Tempestades será tão difícil quanto a Jaina

Na próxima terça-feira (16), chegará em World of Warcraft os modos Normal e Heroico da terceira raid da expansão Battle for Azeroth, intitulada Caldeirão das Tempestades. No entanto, essa raid será um pouco diferente das outras, pois em vez de ter pelo menos 8 ou 9 bosses, ela contará apenas com dois chefões, mas nem por isso será mais fácil.

Em uma recente entrevista a Forbes, Ion Hazzikostas, o principal diretor de World of Warcraft, falou um pouco sobre o Caldeirão das Tempestades e afirmou que o objetivo da Blizzard é criar uma experiência parecida com o que vimos em Provação da Bravura na expansão passada.

“Caldeirão das Tempestades não é uma sequência direta para Batalha de Dazar’alor, em termos de progressão, mas definitivamente é uma continuação em relação ao tier. Portanto, não há um chefe introdutório, especialmente em uma raid com dois bosses. Eu diria que o primeiro dos dois chefes está em algum lugar no meio da Batalha de Dazar’alor, pense em algo como Rastakhan ou Mekkatorque.”

“E então o chefe final é realmente difícil. O nível do último chefe é como uma Jaina. Não necessariamente mais difícil que a Jaina, mas comparável em termos de desafio.”

Com essas declarações, podemos concluir que mesmo sendo uma raid menor, o Caldeirão das Tempestades ainda necessitará de uma progressão séria e provavelmente até as melhores guildas do mundo como Method ou Limit levaram alguns dias para completar o modo Mítico, que abrirá no dia 23 de abril.

Os dois chefões da nova raid serão: O Conluio Incansável, encontro que os jogadores enfrentaram simultaneamente Zaxasj e Fa’thuul, dois leais servos de N’Zoth, e Uu’nat, servo que foi entregue pela Rainha Azshara para selar o arco com o Deus Antigo.

Lançada em agosto de 2018, Battle for Azeroth é a sétima expansão de World of Warcraft, que retoma o eterno conflito entre Horda e Aliança, levando os jogadores à explorar as ilhas de Kul’Tiras e Zandalar. Você pode conferir o nosso review de World of Warcraft: Battle for Azeroth aqui.

Disqus Comments Loading...

Este website utiliza cookies