Categorias: Games

Chefe de exclusivos da Microsoft dá destaque para jogos com potencial para streaming e eSports

A E3 está cada vez mais próxima, e uma das grandes expectativas dos fãs tanto do Xbox One quanto do PlayStation 4 é a respeito dos exclusivos que os consoles irão apresentar na feira, e se uma entrevista recente de Matt Booty for algum indicativo do futuro do console da Microsoft, parece que veremos cada vez mais jogos semelhantes a State of Decay 2 e Sea of Thieves pela frente.

Em declaração à revista MCV, o executivo disse que a Microsoft ainda pretende investir em jogos first party que sejam single player com campanha e tudo mais, mas que a companhia não pode deixar os jogos focados em streaming e eSports de lado.

“Existirá sempre espaço para jogos single-player com 20 a 30 horas de gameplay. Adoramos esse tipo de jogos e existe um lugar para eles, mas esse também é o caso com o foco na visualização, streaming, transmissão e esports. É realmente importante pensar na longevidade de um jogo.

É realmente difícil para alguém pensar em fazer um grande jogo AAA nestes dias sem pensar num plano de serviço e conteúdo de um ou dois anos para o futuro. Os jogos tornaram-se muito mais sociais, muito mais mainstream, muito mais abrangentes. Sabemos que a indústria está a crescer, e sem tirar nada aquilo que chamas jogo single-player, narrativo, cinemático, vemos muito interesse dos nossos jogadores em franquias mais derivadas da comunidade.

Penso que isso está em linha com muitas tendências que vês hoje nos videojogos em geral”, disse o executivo.

Segundo ele, então, o que veremos são jogos semelhantes a Sea of Thieves e State of Decay 2 dividindo espaço com experiências single player como Gears of War e Halo, mas se levarmos em consideração a qualidade dos recentes lançamentos exclusivos para o Xbox One, a Microsoft ainda precisa investir mais na finalização desses produtos antes deles serem lançados.

O que vocês acham que a Microsoft vai anunciar na E3 desse ano? Há rumores de que três Gears of War, incluindo um Battle Royale, será anunciado. Será que é isso o que a companhia quis dizer com “focar tanto no single player quanto em jogos como um serviço”?.

Este website utiliza cookies