Bandai Namco explica a história de Jump Force e revela o motivo de Ryuk não ser um personagem jogável

Jump Force é o novo jogo de luta da Bandai Namco que reunirá os personagens mais amados dos animes e mangá, incluindo Dragon Ball, One Piece e Naruto. Mas se você achava que não existirá uma explicação razoável para todos esses personagens estarem juntos, saiba que o game terá uma terá uma história de fundo.

Em uma recente entrevista ao Bahamut, o produtor do jogo, Koji Nakajima, explicou um pouco da história por trás do mundo de Jump Force (via siliconera).

“O background é que o mundo real e o mundo do Jump estão se fundindo por motivos desconhecidos, e os heróis precisam impedir que isso aconteça. Os personagens de Death Note tem haver com essa história e eles aparecerão na história.”

Ainda sobre os personagens de Death Note, o produtor ofereceu uma justificativa razoável para Ryuk e Kira não serem personagens jogáveis.

“Ryuk de Death Note não é um personagem jogável, porque se ele escreve os nomes no Death Note, as pessoas morrem, certo? Ele seria muito forte.”

Por fim, Nakajima ainda revela que é improvável que personagens de mangás esportivos apareçam no jogo.

“Essa história é ambientada em Nova York, então adicionar personagens de mangá de esportes é um pouco difícil… são principalmente mangás de batalhas. Eu posso garantir que haverá personagens que irão surpreender a todos.”

Jump Force está sendo feito em comemoração aos 50 anos da Shonen Jump, então podemos esperar muitos personagens da famosa revista japonesa. O jogo está previsto para ser lançado em 2019 para PC, Xbox One e PS4.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.