Agência de espionagem considerou usar o Kinect em suas operações

Segundo documentos vazados, a agência britânica de espionagem GCHQ considerou o Kinect do Xbox 360 como um possível meio de vigilância de usuários. Os documentos, que foram incluídos numa matéria do jornal The Guardian, falam sobre um programa de vigilância chamado “Optic Nerve”, que, durante alguns meses em 2008, coletou imagens e conversas sexualmente explícitas do chat do Yahoo.

Agora, a notícia é que a agência havia expressado interesse em utilizar o hardware da Microsoft para uso no programa, devido ao fato do aparelho criar um “tráfego de webcam normal”. Além disso, a agência pesquisava maneiras de utilizar ferramentas para reconhecer rostos e detectar olhos de maneira precisa. Um porta-voz da GCHQ comentou que o programa é legal.

“Todo o trabalho da agência é conduzido em acordo com base legal e dentro das políticas que garante que nossas atividades são autorizadas e necessárias, e que há uma rigorosa supervisão do secretário do estado, comissários do serviço de inteligência e parlamentares da Inteligência”.

Quando procurada para comentários, a Microsoft respondeu que ela “nunca havia ouvido deste programa. No entanto, estamos preocupados com qualquer relato de governos coletando dados privados dos nossos clientes de maneira furtiva. Por isso que, em Dezembro, iniciamos um grande esforço em expandir a criptografia dos nossos serviços”. Anteriormente, a empresa já havia declarado que as informações captadas pelo Kinect ficavam no console.

Leonardo Koakowski

Sonysta, Sommelier de Destiny e Cyber Atleta de final de semana de Rocket League

Publicado por
Tags: Kinect