Cinema e TV

Ato de Thanos em Vingadores: Ultimato pode ter colocado o Universo em completo desequilíbrio

Atenção! Esse texto contém spoilers de Vingadores: Ultimato!

Vingadores: Ultimato é um dos maiores fenômenos da história do cinema e encerra de forma épica a Saga do Infinito, iniciada em 2008 com o primeiro filme do Homem de Ferro e que contou com um total de 22 filmes ao longo de 11 anos.

Durante todo esse período fomos, aos poucos, sendo apresentados à Thanos e à mitologia das Jóias do Infinito. E é justamente uma atitude do Titã Louco com as Jóias do Inifnito que pode ter impactado de forma permanente todo a realidade do MCU.

Logo no primeiro ato de Vingadores: Ultimato, a localidade de Thanos é descoberta graças ao fato de ele ter novamente usado as Jóias do Inifnito e então os Vingadores restantes partem para confrontá-lo na esperança de tomar dele as Jóias do Infinito e desfazer o estalo de dedos que dizimou metade de todas as criaturas vivas do Universo.

Entretanto, ao chegarem ao Jardim do vilão, os heróis são surpreendidos com a revelação de que Thanos utilizou o poder das Jóias do Infinito para destruir as próprias Jóias, afim de eliminar qualquer possibilidade de que seus atos fossem desfeitos.

Em suas próprias palavras, Thanos diz que utilizou as Jóias para destruir as Jóias reduzindo-as à átomos. Logo depois disso o vilão é morto por Thor. É importante atentar-se para a frase “reduzidas à átomos”.

Acontece que o poder das Jóias do Infinito é o que traz estabilidade e equilíbrio para o Universo. Sem essas seis singularidades, as forças do espaço, tempo, poder, realidade, mente e alma deveriam entrar em desequilíbrio trazendo o caos para o universo.

Mais tarde, vemos os Vingadores utilizando os vórtices temporais do Reino Quântico para viajar para diferentes pontos do espaço-tempo e recuperar as Jóias antes delas serem destruídas. Entretanto, elas não pertencem à realidade na qual os eventos dos filmes se passam, elas pertencem à outras realidades, tanto é que ao final do filme vemos o Capitão América devolvendo as Jóias às suas respectivas linhas temporais e realidade.

A verdade é que com o ato de Thanos, não temos mais no universo principal do MCU (que nas HQs é conhecido como Universo 616), e é importante ver como isso vai afetar o Universo MCU. Lembrando que em breve deveremos ter a introdução de personagens que são profundamente ligados às origens das Jóias do Infinito, como Adam Warlock e Os Celestiais.

Embora Thanos tenha afirmado que destruiu as Jóias do Infinito, a fato de elas terem sido reduzidas à átomos pode ser um indício que as singularidades poderão ser recriadas de alguma forma no futuro.

Afinal, sua essência ainda estaria contida no interior desses átomos e seria necessário alguém poderoso o suficiente para recriar as singularidades, e Adam e os Celestiais tem poder suficiente para isso, ao menos de acordo com o que vemos nas HQs.

É esperar para ver como esse problema será resolvido nos futuros filmes do MCU, isso é: caso isso seja mesmo um tema a ser abordado.

 

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade