A Árvore-coração de Game of Thrones realmente existe no mundo real

Embora Game of Thrones tente emular um realismo medieval, a obra de George R. R. Martin ainda possui diversos elementos mágicos que são extremamente importantes para trama, como é o caso dos Represeiros.

Conhecida também como Árvore-Coração, os represeiros possuem uma seiva vermelha e são considerados um símbolo sagrados para os seguidores dos Deuses Antigos, com a maioria ainda tendo faces esculpidas em seus troncos que foram feitas pelos Filhos da Floresta muito antes da chegada dos Ândalos e dos Primeiros Homens.

Durante os eventos da série ainda vemos que os represseiros possuem uma forte conexão com as visões de Bran e consequentemente com o Corvo de Três Olhos.

No entanto, se desconsiderarmos toda a partes magica, no mundo real temos uma árvore muito parecida com o represseiro, chamada de Dracaena cinnabari ou apenas Dragoeiro. Encontrada no pequeno arquipélago de Socotorá, localizado na costa sudeste do Iêmen, essa árvore possui um tronco branco, longos ramos que lembram um guarda-chuva e uma seiva vermelha praticamente igual a dos represseiros.

Essa sua resina conhecida como “sangue de dragão” já foi utilizada como remédio, corante, ornamento e até em rituais de magia e alquimia  séculos atrás, que lembram ainda mais as arvores de Game of Thrones.

Ao redor do mundo existem outras arvores que também possuem uma seiva vermelha, como a Corymbia opaca na Austrália e árvores do gênero Pterocarpus, encontradas na África e Ásia. Mas diferente do Dragoeiro todas essas arvores não contam com uma casaca branca e seus troncos são bem mais finos.

João Victor Albuquerque

Formado em Sistemas de Informação, que no final da faculdade resolveu se meter nesse mundo do jornalismo. Apaixonado por joguinhos, filmes, animes e sempre atrasado com as séries.