Press Start: Dark Souls x Dark Souls II

Fala, galera, tudo bom com vocês? Estava discutindo com o pessoal no chat do Critical sobre Dark Souls hoje mais cedo e gostaria de saber de vocês: qual dos dois é o melhor, Dark Souls original ou Dark Souls 2? No artigo de hoje, eu vou discutir sobre os dois jogos e as vantagens de um em relação ao outro.

Vamos aos argumentos?

Dark Souls

O jogo que colocou os olhos do globo em cima da From Software é marcado por sua atmosfera opressora que faz o jogador tentar, tentar e tentar mais um pouco antes de conseguir avançar os milhares de desafios que são colocados entre o jogador e cada uma de suas etapas.

Dark Souls foi onde eu quase atirei meu controle na parede de raiva dos arqueiros de Anor Londo, onde Ornstein e Smough me fizeram tentar diversas vezes antes de conseguir derrota-los e onde as formas encontradas pela produção do jogo de levar o jogador ao limite são as mais variadas.

Eu não vou negar, eu prefiro Dark Souls original, o jogo tem um desafio mais variado e uma jogabilidade que não envelheceu um segundo sequer. É possível perder horas e mais horas ainda dentro de Lordran explorando os mais variados segredos que ele nos oferece, jogando com classes que não estamos acostumados, criando builds e mais builds diferentes, e recebendo um desafio diferente a cada partida.

É claro que o jogo tem seus defeitos, como o fato de um piromante ter uma desvantagem absurda em relação às outras classes na hora de lançar suas magias (algo que foi corrigido em Dark Souls II), mas ainda é o melhor ponto de entrada na série e o local com os inimigos mais memoráveis da franquia também.

Outro ponto que conta em favor é que Lordran parece ter uma história muito mais rica do que Drangleic. Você se interessa por personagens como Artorias, Solaire e Big Hat Logan, ou o traiçoeiro Patches. Eu não sei vocês, mas pra mim, uma história sólida é tão ou mais necessário do que um bom gameplay, e a história de Dark Souls, por mais obscura que seja, é apaixonante.

Dark Souls II

Dark Souls II é uma espécie de evolução da franquia. Os controles foram melhorados, alguns aspectos foram completamente modificados, como a velocidade de cura e as velocidades que você leva para usar certas magias e, se você costuma ficar trocando de um jogo pro outro frequentemente, você com certeza vai sentir essa mudança por alguns minutos (e mortes) até se acostumar melhor.

Além de uma jogabilidade um pouco melhorada, o jogo também apresenta uma proposta de jogabilidade um pouco diferente. Aqui, a habilidade de desviar dos ataques conta muito mais do que a sua stamina, pois em Dark Souls, o escudo geralmente era um grande amigo, já em Dark Souls II, o melhor amigo acaba sendo mesmo o pulo, que deve ser aperfeiçoado o quanto antes.

Conta a favor de Dark Souls II um mundo imenso, cheio de desafios mortais e uma organização geral muito melhor do que a de Dark Souls. As magias, principalmente, estão com um sistema mais bem pensado e, apesar da classe piromante ter sido extinta, você se dá muito melhor usando piromancias por aqui do que em Dark Souls.

Para completar, pro bem ou pro mal, Dark Souls II tem um começo um pouco mais linear e não tão impossível assim para os novatos. Os chefes também, de certa forma, se parecem um pouco, recompensando os que aprenderam a fazer a esquiva na hora certa.

Bom pessoal, eu fico por aqui. Qual dos dois jogos é o melhor? Dark Souls ou Dark Souls II? Vote na enquete abaixo e deixe seus comentários mais aprofundados nos comentários!

[poll id=”7″]

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Publicado por