Prêmio Critical Hits de melhores jogos do ano 2014

O ano de 2014 certamente não vai ser considerado o melhor ano na história dos games. Dito isso, certamente tivemos alguns bons lançamentos de qualidade e que merecem ser lembrados. Na postagem de hoje, nós do Critical Hits escolhemos os melhores lançamentos de 2014 baseados nas nossas próprias experiências com eles.

Vale ressaltar que nós preferimos separar os prêmios em jogos AAA e jogos indie, para vocês ficarem com o máximo de jogos possíveis para conferir. Esta postagem lista apenas os jogos AAA. Amanhã postaremos os jogos indie.

Enfim, chega de enrolar, vamos à lista:

Dark Souls II

Dark Souls II é uma versão maior e mais ambiciosa do seu antecessor, mas que mantém a magia dele e melhora na maioria dos aspectos onde o antepassado poderia ter sido melhor. O jogo até é um pouco mais acessível no começo, mas toda a dificuldade mágica característica da série está aqui e até veteranos vão ter que se preparar para morrer muitas e muitas vezes.

Confira o review do jogo

Dragon Age: Inquisition

Dragon Age: Inquisition é um Action RPG com um mundo absurdamente vasto e uma história nem tão cativante assim, muito menos para quem não conhece a série. Com gráficos estonteantes e uma jogabilidade bem divertida e/ou desafiadora para quem se aventurar em dificuldades maiores que o normal, tem tudo para ser o melhor jogo da franquia e certamente merece uma visita por todos os jogadores que gostem de ficar horas e mais horas num mundo aberto e vivo.

Confira nosso review

Super Smash Bros

Super Smash Bros é o fanservice definitivo da Nintendo. O jogo está recheado de conteúdo, tem uma jogabilidade extremamente precisa, belos e fluídos gráficos e tudo o que você precisa para destruir completamente o analógico do 3DS de tanto jogar o game. O jogo seria perfeito se tivesse um jeito de fazer mais de uma pessoa jogar no mesmo 3DS, mas obviamente isso é impossível, então a versão definitiva do game chega para o Wii U daqui um mês. Ainda assim, se você é fã da franquia, esse game é mais do que obrigatório.

Confira nosso review

South Park: The Stick of Truth

Com um sistema de batalhas simples mas bem elaborado, centenas de itens para coletar, uma pancada de customizações para o seu personagem, e mais de 10 horas na campanha principal, South Park: The Stick of Truth peca apenas na facilidade das lutas, na falta de polidez dos controles e, como um jogo de RPG, no pouco valor de replay. Mas ainda assim consegue entregar uma experiência consistente, tanto com o universo da série quanto com o mundo dos games.

Confira o review do jogo

Middle Earth: Shadow of Mordor

Middle Earth: Shadow of Mordor é o melhor jogo do ano té o momento e eu digo isso sem medo de ser feliz. O jogo combina uma história muito bem escrita com personagens carismáticos, ação sem descanso e um sistema de combate muito bem feito. Ok, o jogo pode ser frustrante em alguns momentos (principalmente no começo por causa da curva de dificuldade), mas mesmo morrer torna-se divertido em Mordor. Apenas um cuidado aqui: esse jogo é extremamente viciante, e vai fazer o tempo passar diante dos seus olhos sem você se dar conta.

Confira nosso review do jogo

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.