Os primeiros casos de “First” na história dos jogos

Os vídeos games existem há um bom tempo, e acabaram por se tornar uma das maiores indústrias do entretenimento. É uma indústria que gera milhões de empregos e, principalmente, bilhões de dólares. Já tivemos oito gerações de consoles diferentes, além dos eternos fliperamas, PCs e, mais recentemente, os telefones.

Porém, já parou para se perguntar quais foram os consoles ou jogos que foram pioneiros em alguns aspectos? Onde alguma das coisas mais comuns e/ou populares hoje em dia tiveram início. Bom, pensando nisso resolvemos elencar alguns desses acontecimentos que iniciaram grandes tendências para o futuro. Vamos lá?

1. Primeiro console caseiro

Pong é considerado por muitos como o primeiro console caseiro, provavelmente por causa do sucesso que ele teve. Porém, 3 anos antes do lançamento dele aparecia no mercado um sistema chamado Odyssey, feito pela Magnavox. Alimentado por uma bateria e sem som, o console possuía 26 jogos, que incluíam desde os mais populares esportes até alguns de tiro. A falta de popularidade do sistema está atrelada ao fato das pessoas acharem que precisavam ter uma TV Magnavox para poder usar o console.

2. Primeiro console portátil

Ah, os portáteis. Uma classe tão amada hoje. Ainda lembro das incontáveis horas que eu passei jogando Pokémon Red no meu GameBoy. Porém, essa maravilha de conceito de “jogar onde quiser” na verdade foi criado pela famosíssima Milton Bradley Toy Company, dona dos clássicos Twister, Yahtzee e Jogo da Vida. Além desses clássicos, a empresa também desenvolveu o Microvision, lançando-o em 79. Infelizmente, a pequena e frágil tela de LCD e a falta de jogos seguraram a popularidade do sistema.

3. Primeiro jogo online

Estranhamente, o primeiro título que deu início ao fenômeno que é o online gaming não era exatamente um jogo, mas sim uma prova de conceito criada para um computador da IBM. Chamado Snipes, o “jogo” foi lançado em 83 e tinha era controlado via texto, sendo possível que vários jogadores, utilizando um PC da IBM, jogassem ao mesmo tempo. Depois dele, diversos jogos similares apareceram por aí, e foram evoluindo até chegar no nível que estamos hoje.

4. Primeira cut scene animada

O primeiro jogo utilizou uma animação não controlada pelos jogadores que servia como extensão da história, ou uma cut scene para os íntimos, foi Donkey Kong. Em 81, a Nintendo introduziu essa técnica pela primeira vez. Talvez alguns argumentem que Pac-Man já fez isso um ano antes, mas na verdade essas “cut scenes” da bolinha amarela não ligavam pedaços da história do jogo, por isso não eram exatamente cut scenes, e sim curtas intromissões .

5. Primeira cena de sexo num jogo

Essa é uma bizarra. Custer’s Revenge não foi somente o primeiro jogo a ter uma cena de sexo nele, mas também foi o primeiro jogo racista e que contava com estupro. E o jogo foi lá e conseguiu atingir esses três quesitos numa tacada só: o objetivo do jogo é estuprar mulheres nativas americanas. Sim, estuprar índios. Lançado fora da cadeia tradicional do Atari, por motivos óbvios. No jogo, que custava cerca de 120 dólares nos valores de hoje, os jogadores controlavam um general, nu e “animado” por assim dizer, que devia desviar das flechas para chegar no topo da montanha onde estava uma mulher amarrada.

É isso meus amigos, esses foram alguns casos de videogames ou jogos que foram pioneiros e deram início a várias tendências. Discordaram de alguma delas? Lembrou de outra? Coloquem seus comentários abaixo. Abraço!

Leonardo Koakowski

Sonysta, Sommelier de Destiny e Cyber Atleta de final de semana de Rocket League