Os 10 orçamentos de jogos mais caros da história

Gostaria de começar esse post com um assunto espinhoso: a pirataria.

Por um lado, entendo que gastar entre R$ 100,00 a R$ 350,00 em um jogo é algo complicado. No Brasil existe impostos e taxas abusivos que tornam esse jogos bem caros!

Mas, por outro lado, fazer um jogo não é barato, envolve dezenas ou centenas de pessoas dedicando muito tempo nos projetos.

Embora um jogo custe X para fabricar, em geral arrecada-se com as vendas 2X, e esse lucro é, em geral, dedicado a criação do próximo projeto, e assim vai…

Por isso a importância de comprar o jogo original. Assim, além de valorizar o jogo em si e seus criadores, produtores, etc, também ajuda o fabricante a investir sempre mais em títulos novos e melhores.

Feita essa observação, vamos ao top 10 dos jogos mais caros já feitos. Os valores estão atualizados de acordo com a inflação para facilitar a comparação.

11. Killzone 2 (2009) – entre US$ 40 a US$ 60 milhões.

Produzido pela Guerrilla Games, esse jogo de primeira pessoa, exclusivo para o Playstation 3, traz gráficos surpreendentes e animações de alta qualidade.

Com um orçamento inicial de US$ 20 Milhões, o projeto sofreu atrasos que encareceram o valor, jogando os custos, segundo estimativas não oficiais, para algo entre US$ 40 e US$60 milhões.

10. Final Fantasy XIII (2009) – US$ 50 a US$ 60 milhões.

Produzido pela Square-Enix, esse jogo demorou 5 anos para ser produzido. Com inovações no sistema de batalhas, foi mantida a qualidade que a Square dá para seus jogos no quesito animações, vídeos e dublagens.

Mesmo com as reclamações quanto à linearidade da história (algo que a Square anda errando muito), o jogo foi bem recebido pela crítica e, até julho de 2012, já tinha vendido 6.7 milhões de cópias.

9. Too Human (2008) – US$ 60+ milhões.

Produzida pela canadense Silicon Knights, foi lançado pela Microsoft Studios, em agosto de 2008, para o xbox.

Esse jogo passou por um pesadelo em relação a qual console seria lançado. Planejado inicialmente para o Playstation, foi cogitado o lançamento para o GameCube e, por último, foi finalmente lançado pela empresa do titio Bill Gates.

Além da confusão “para qual console ser lançado”, a Silicon Knights tinha fechado um contrato com a Epic Games para desenvolver o jogo pelo Unreal Engine 3. Todavia, esse contrato foi quebrado, tendo a Silicon que desenvolver sua própria engine, encarecendo o jogo em US$ 10 milhões.

8. Final Fantasy VII (1997) – US$ 64 milhões.

Um clássico dentre os jogos, é o segundo titulo da Square-Enix a entrar nessa lista.

A cifra de US$ 64 milhões é o valor atualizado de US$ 45 milhões, que foi o custo na época. Além desse valor, foram gastos US$ 100 milhões só em marketing (hoje em dia, algo em torno de US$ 142 milhões).

O jogo fez tanto sucesso, que foi lançado o filme Final Fantasy VII Advent Children, contando a historia dos personagens, 2 anos após o jogo, enfrentando novos desafios e velhos vilões.

7. Metal Gear Solid 4 (2008) – US$ 60 – 70 milhões.

Metal Gear Solid é a série de jogos de ação estilo espionagem mais aclamados, e o Metal Gear Solid 4 não ficou atrás.

Com diversas cutscenes, que somadas são responsáveis por horas de jogos, e com o nível de detalhes fazem toda a parte visual do título ser uma das melhores.

6. Gran Turismo 5 (2010) – US$ 80 milhões.

Com um grande realismo, perfeição e complexidade, Gran Turismo 5 se tornou um dos maiores e melhores títulos de corrida do mundo e conta com uma legião de fiéis fãs.

Foram 5 anos de desenvolvimento, que valeram a pena, pois o titulo conta com incríveis gráficos cinematográficos e muitos extras.

O orçamento inicial era de US$ 60 milhões, porém durante a produção do jogo, esse valor foi aumentando, ate alcançar a cifra de US$ 80 milhões.

5. The Elder Scrolls V: Skyrim (2011) – US$ 85 milhões

Um marco da inovação de jogos de RPG, Skyrim, o quinto jogo da serie The Elder Scrolls da Bethesda.

Foram 3 anos e meio de produção e envolveu mais de 200 pessoas.

Famoso pela cansativa piada da flechada no joelho, esse foi um título que não demorou muito para que o investimento fosse recuperado.

4. Shenmue (1999) – US$ 98 milhões.

Produzido pela equipe AM2 da SEGA(aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa), esse foi um título ousado, sendo a pioneira em trazer uma liberdade baseada na vida real. Tinha como objetivo estabelecer o Dreamcast no mercado.

O valor investido na época foi de US$ 70 milhões, o que hoje corresponde a US$ 98 milhões. Acabou sendo “um tiro no pé”, pois no final das contas, o jogo não cumpriu seu objetivo e deu um baita prejuízo para a SEGA(aaaaaaaaaaaaaaaaa).

3. Grand Theft Auto 4 (2008) – US$ 100 milhões

Durante 3 anos, o GTA 4 da RockstarGames, encabeçou a lista dos jogos mais caros. Sendo em 2011 finalmente desbancada. E logo ela irá perder também o 2 lugar.

GTA é uma série de jogos conhecidos e famosos pela liberdade do jogador em sair pelo mundo virtual, nesse caso um mundo muito bem feito, cometendo crimes e se estabelecendo de acordo com a história.

2. Grand Theft Auto V – US$ 132 milhões.

Apesar de não ter sido lançado, há especulações de que já foram gastos US$ 132 milhões, o que, com certeza, vai roubar a segunda posição da lista de seu antecessor.

1. Star Wars: The Old Republic (2011) – cerca de US$ 204 milhões.

Esse é um MMORPG desenvolvido pela BioWare em parceria com a finada LucasArts.

Foram 6 anos de produção envolvendo mais de 800 pessoas, em quatro continentes.

Apesar de ser bem recebido pela crítica, o jogo sofreu com poucos jogadores pagantes, que forçou a EA a mudar a estratégia e permitir aos jogadores aproveitarem-no de graça.

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.