Games: Histórias, lendas e bizarrices – Parte 23 (Double Dragon)

Mais uma vez mooglez aqui! Já sabe, se não me segue no twitter, siga(clica aqui). Não se inscreveu no meu canal ainda? Se inscreve! Hoje falaremos sobre uma franquia de jogos que começou com um simples jogo e depois se tornou uma sequencia muito GIGANTE! DOUBLE DRAGON

DOUBLE DRAGON!

O ano é sei lá eu das quantas, a Terra é essa nossa mesma Terra e a cidade é uma qualquer ai porque eu não sei se é pra ser uma cidade conhecida e pans. Tá, vou escrever essa coisa melhor: Double Dragon se passa em um mundo pós-apocaliptico, onde cidade foram dominadas por gangues, algo meio parecido com o filme The Warriors. E os irmãos Billy e Jimmy Lee são uma espécie de vigilantes da cidade e estão sendo caçados pela gangue Black Warriors. Eis que eles seqüestram Marian, a namorada de Billy. Os dois são mestres num estilo de Karatê e vão querer resgatar a moça das mãos de Willy Mackey, líder dos Black Warriors.

A história é bem simples e sem muitos adjacentes. Sequestram a namorada de Billy, os irmãos vão ao resgate e o lance é sair batendo em todo mundo até o final do jogo.. Altera de um modelo de videogame pra outro. No NES, por exemplo, Jimmy é o mandante secreto de TODA a gangue do jogo, sendo que Willy Mackey é apenas um capanga. No final você descobre que o irmão de Billy é o grande e maldoso Shadow Boss e os irmãos tem que brigar até a morte.

Daí surgiram mais outros Double Dragons: Double Dragon 2, Double Dragon III, Super Double Dragon, Battletoads’n’Double Dragon, Double Dragon pra Neo-Geo que é um fighting game(que é muito sem noção esse jogo! É baseado no filme, tem a Marian pra jogar, mas a história não tem nada a ver com o filme!!!) e outros novos jogos que eu nem sei quais são.

Mas a premissa durante um tempo é a mesma: “Sequestrou a Marian, os irmãos ficam loucos, a porrada come, o Abobo fica UUUUH UHHH, a mulher do chicote geme quando morre, se chega no final do jogo e todo mundo fica feliz resgatando a Marian”.

Eu nem vou citar o filme, porque é uma porqueira braba de Sessão da Tarde. Mark Dacascos, Alyssa Milano (aquela gostosa), e o cara que fez o T-1000 como vilão(SIM! É ELE MESMO). O a produção é horrível! Vocês já devem ter percebido que quando o jogo tem um filme horrível, eu nem cito ele aqui nos textos. É só lembrar do texto que fiz sobre Tekken. Geralmente quando algo não é muito bom, nem menciono.

Porém Double Dragon é uma série muito legal, menos o fighting game que saiu pra Neo Geo. O resto, é diversão pura. Vale a pena gastar algumas horas jogando os primeiros e depois conseguir um Super Nes e jogar até ralar os dedos em Super Double Dragon. Principalmente porque tem a barrinha de especial.

Então pessoal, era isso.

Até semana que vem!

Se inscrevam no meu canal, me sigam no twitter, comentem esse post e muita alegria pra maioria de vocês que deve estar entrando de férias do colégio e faculdade. Semana que vem eu tento pegar outro assunto legal pra falar com um pouco de nostalgia e bizarrice dos jogos no mundo.

Abração!

Leia também:

Parte 1 – Parte 2 – Parte 3 – Parte4 – Parte 5 – Parte-6 – Parte-7 – Parte-8 – Parte-9 – Parte-10 – Parte-11 –Parte-12 – Parte-13 – Parte-14 – Parte-15 – Parte-16 – Parte-17 – Parte-18 – Parte-19 – Parte-20 – Parte-21 – Parte-22

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade