InícioArtigosAs 10 maneiras mais estúpidas de se morrer em um jogo

As 10 maneiras mais estúpidas de se morrer em um jogo

Estamos de volta nação gamer do Critical hits, e dessa vez para falar daquele momento “facepalm” em que você pensa: cara, como eu fiz uma cagada dessas. Quem nunca acabou com a vida de seu personagem de uma forma tão ridícula que ficou com cara de besta, ou então caiu na gargalhada?

Nossa lista de hoje conta com 10 jeitos de você acabar no game over de uma forma boçal! Boa leitura. Vamos lá!

10. Ficar sem munição

Out-of-Ammo

Bons tempos em que você sempre tinha em mãos alguma pistolinha com munição infinita, então se em algum ponto você acabava sem munição, podia contar com esse artefato. Ok que essa estratégia ainda é adotada em toneladas de games hoje em dia, mas ainda assim há muitos shooters (em especial single-player) em que a munição é algo bem limitado, e às vezes até escasso. Essa técnica é muito utilizada em jogos de horror (aiai, Dead Space), pois aumenta o tom de suspense, mas convenhamos que ficar sem munição quando um filho do capiroto está fungando no seu cangote não é algo muito gostoso…

9. Falhar em missões de escolta

thelastofus2

Esse tipo de falha entra nessa lista pelo fato de que você nem ao menos MORRE pra ver a telinha “game over”. Perder alguém de vista ou deixar seu protegido morrer ou ser sequestrado é algo tão frustrante pra um gamer, que da vontade da dar um tiro na própria cabeça para ao menos dar um bom sentido por ter que jogar aquela parte do jogo tudo de novo, ainda mais quando a fraca inteligência artificial de um game faz o personagem correr pros braços do capeta ou então colocar a cabeça na linha de tiro, aliás, esse 9º lugar podia se chamar “A Ashley do RE4 morreu”.

8. Deixar que seu irmão mais novo jogue (mesmo que contra sua vontade)

Little-Brother

“MÃE, O PEDRO NÃO QUER DEIXAR EU JOGAR”. Ah, que inferno! E lá ia sua mãe aos berros arrancar o controle da sua mão e entrega para o moleque, e magicamente a criatura morre no próximo segundo, e lá se vão horas de jogo, centenas de itens e muita frustração. E não precisa ser necessariamente um irmãozinho. Isso também é matéria digna daquele filho da vizinha chata que foi visitar sua família, e pelos bons modos que você tem, é claro que cede o controle ao infeliz, e bom… o resultado é o mesmo. 8º lugar pro gordinho chato da vizinhança que não manja dos paranauê do controle.

7. Encarar uma área High Level do jogo

High-Level-Enemies

Eu nunca me esqueci do dia em que caí em uma toca de dragões sem querer no Tíbia, depois desse dia desisti desse título. Aí está uma das atitudes mais boçais dos jogadores. Em alguma lugar da cabeça de um gamer, e em algum momento você acha que seu personagem level 15 é tão fodástico, que encarar aquele Triceratops de três cabeças, com garras de adamantium que cospe ácido e peita chamas é uma tarefa simples, mesmo que esteja piscando em neon vermelho acima da cabeça do bicho que o level dele é 50… tudo bem, da pra encarar. Ah, claro que dá!

6. Tomar um tiro enquanto da uma sentadinha na cara do seu frag

Teabagging

Quem nunca, né? Ali jaz o cadáver putrefato de seu último frag, e foi um frag lindo e você quer humilha-lo enquanto o infeliz assiste ao “death cam”, então você vai lá, e senta com a bunda na cara do coitado. Não existe humilhação pior que isso… sim, existe: ser morto enquanto você faz isso. A empolgação do ato é tanta que muitos jogadores deixar de dar uma olhada em volta em busca de inimigos antes de praticar necrofilia com sua vítima, e enquanto se deleita de uma chupetinha cadavérica toma uma head shot. No mínimo você mereceu.