5 mitos sobre jogos de videogame – parte 3

Fala, galera, tudo bom com vocês? Prontos para mais uma rodada de mitos? Quantos será desses que eu preciso pra ser contratado pela Discovery? Enfim, deixa eu deixar de falar besteiras e falar sobre os mitos. Bora?

5. Pé Grande

GTA: San Andreas é um jogo cheio de mitos e Easter Eggs. Um dos mais procurados deles (além do de sexo tratado na edição passada dos Mitos) é o Pé Grande. Para encontrá-lo, você deveria caminhar pelo Mt. Chilliad ou por Back O Beyond à noite. Ao fazer isso, haveria uma pequena chance de encontrar o Pé Grande por lá. Jogadores desinformados caminharam quilômetros e quilômetros pelos locais onde era possível encontrar ele. Pena que ninguém nunca encontrou.

No fim das contas, coube à Rockstar desvendar esse mito. Terry Donovan, representante da empresa, em entrevista à revista EGM (publicado no número 187) declarou que não há nenhum Pé Grande no jogo, assim como na vida real.

4. Epona Fantasma

Epona, a montaria de Link, estreou no universo de The Legend of Zelda em Ocarina of Time e teve participações em Mojora’s Mask e Twilight Princess. A égua ainda apareceu em Oracle of Ages & Seasons numa aparição menor, mas o rumor envolvendo a possibilidade de usar uma versão fantasma dela surgiu em Ocarina of Time mesmo.

Nesse jogo, dizia-se que era possível “matar” Epona em uma área do jogo com inimigos novos e, feito isso, ela apareceria na sua forma fantasma. Montando nela, Link perderia um pouco de vida a cada instante, até que a energia dele acabasse totalmente e ele morresse, liberando uma cutscene especial.

3. O boneco amaldiçoado de Tails

Em Sonic R, havia um rumor onde era possível jogar com um boneco amaldiçoado de Tails após a conclusão do jogo com o personagem. O rumor foi suportado por edições de imagem como a de cima, onde Tails voa, como se houvessem cordas puxando ele pelas costas. Junto com esse personagem, muitos jogadores alegaram terem sido amaldiçoados pelo personagem, o que obviamente dá uma bela Creepy Pasta, mas não passa de uma mentira. Só não conte isso pro Tails, que está atrás de você.

2. Vacas!

Esse é um dos mitos mais famosos envolvendo videogames até hoje: o Cow Level de Diablo 1. Caso você não conheça, o Cow Level era um nível onde você enfrentava vacas super poderosas. A entrada para esse level era possibilidade por meio de uma vaca qualquer que figurava no cenário e que, na verdade, não servia para nada.

No fim das contas, foi provado que ele não existia, mas a Blizzard gostou tanto da ideia de um Cow Level que ele passou a integrar o universo de Diablo à partir da sua segunda versão, como é mostrado na foto acima.

1. Milhões de cartuchos enterrados pela Atari

Essa é uma lenda antiga do mundo dos videogames. Segundo ela, a Atari teria enterrado cerca de 3.5 milhão de unidades de cartuchos do jogo E.T. o Extra-terrestre. O que aconteceu, na verdade, é que ele não existiu, mas serviu como “símbolo” para a crise de videogames do ano de 1983, quando as receitas do setor caíram em cerca de 98%.

A Atari não seria louca de enterrar tantos cartuchos assim por diversos motivos, como o custo para isso, o desperdício de um terreno apenas para isso e, também, a poluição que isso geraria. Esse rumor continua existindo, mas já foi negado por diversos executivos da companhia ao longo dos anos.

Que outros mitos vocês lembram e que não foram incluídos aqui?

Gostou do artigo? Confira as outras partes

Parte 1 – Parte 2

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade