5 jogos que têm passagem pelo Brasil – parte 2

Muito bem nação gamer, vocês pediram e o Critical Hits atendeu claro. Estamos de volta com a segunda parte da lista de jogos que se passam na terra dos tupiniquins. Então sem muita delonga e papo furado, vamos à lista.

5. H.A.W.X.

Não é todo gamer que tem esse tipo de gosto para jogos de caça, então talvez muitos de vocês não saibam, mas esse jogo da linha Tom Clancy tem uma tela ambientada no Rio de Janeiro. Para criar os mapas, a Ubisoft utilizou imagens aéreas de cada cidade com um recurso de super pixelação que transpunha as fotos tiradas. Tire um tempo e dê uma olhada em um vídeo da tela, é impressionante a riqueza de detalhes (inclusive da topografia do rio), e se tiver um tempo, experimente esse jogo e aproveite para tirar tinta do Cristo Redentor e dar alguns rasantes no Maracanã.

4. Tony Hawk’s Pro Skater 3

Ah, velhos tempos atirado no sofá da sala mofando no fazendo altos grinds no meio fio. Esse é o Tony Hawk’s Pro Skater 3 de 2001 que trouxe uma tela baseada no Rio de Janeiro chamada Rio Ruckus (sei lá porque esse nome). A fase se trata de um quarteirão com bondinhos andando nas ruas, alguns pontos de ônibus e vários objetos de manobra no meio do quarteirão. Ao fundo da tela da para ver uma favela e pro lado de baixo muitas praias e sol.

Bônus: este jogo, assim como seus anteriores traz a fase Downhill, que dessa vez se passa também no Rio de Janeiro, ou seja, duas vezes Brasil em um jogo. Essa tela é um ladeirão que sai do Cristo Redentor e desce uma avenida que acaba em um half. Quem já foi ao Rio sabe que não é bem assim que a coisa funciona, mas afinal de contas, o que faz sentido em Tony Hawk, né?

3. Driver 2

Em novembro de 2000 a Infogrames voltou ao Playstation com esse aclamadíssimo clássico, e para nós brazucas qual foi a maior surpresa? O jogo tinha uma tela que se passava no Rio de Janeiro (só tem essa cidade pra jogo, poxa?). Com prédios que se misturam a selva, o mapa contava com alguns bairros clássicos como Copacabana, Urca e Botafogo. De longe tanto o jogo quanto o mapa é ruim, porém obviamente não condiz com o que realmente o Rio de Janeiro é, mas fazer o que né? Reza a lenda que se você olhar direitinho, da pra ver até alguns macaquinhos pendurados nas árvores…

2. Assassins Creed 3

Sim! Assassins Creed 3 tem uma fase que se passa em São Paulo. A tela se inicia com Desmond saindo do trem e em seguida sendo praticamente atropelado por alguns passageiros bem mal educados. Não bastasse isso, ainda temos vagabundos jogados pelos cantos, e alguns personagens bem desprezíveis. Algum tempo depois do lançamento do título, o diretor da Ubisoft no Brasil, Bertrand Chaverot, se desculpou pela maneira que o país foi retratado no jogo. Será que em breve podemos esperar mais telas dessa série passando pelo Brasil? Que tal Desmond escalando o Pelourinho e comendo acarajé? É esperar pra ver.

1. Call of Duty: Modern Warfare 2

Enfim este polêmico jogo que não poderia faltar nessa lista de jeito nenhum. O título tem uma das passagens mais emblemáticas pela cidade do Rio em um jogo de vídeo game. Quem jogou sabe que é uma das telas mais difíceis do jogo, afinal, é tiro pra todo lado porque você sempre está em um nível abaixo dos inimigos. A tela começa em uma avenida qualquer e desencadeia uma perseguição morro acima atrás de um tal de Rojas no estilo Capitão Nascimento. Só faltou o saco!

E aí pessoal? Ainda assim da pra pensar em mais algum jogo que se passa por aqui? Comentem!