5 jogos baseados em filmes que não são uma porcaria – Parte 2

Fala, galera, tudo bom com vocês? Eu fiz a primeira parte desse artigo há algum tempo e vocês meio que me execraram nos comentários por ter esquecido de alguns jogos excelentes. Bom, a segunda parte é uma reparação, até porque, lendo os comentários da primeira, eu pensei várias vezes “puta que pariu, como eu esqueci desse jogo???”. Bom, vamos a eles

5. True Lies (SNES)

True Lies é um jogo de tiro em terceira pessoa para Super Nintendo que, além de ser bem fiel ao filme, é difícil pra cacete. Nele, você encarna Harry e tem que passar pelos mais variados estágios do filme trocando tiros com uma horda de inimigos. Eu lembro que na época que eu jogava ele, travava sempre na segunda fase por causa daquele maldito chefe da fase, um gordo com uma shotgun.

Qual foi a solução para isso, vocês me perguntam? As revistas de videogame da época que vinham com passwods salvadores. Anotem uns aí:

  • Armas e Munições – BGWPNS
  • Energia Infinita – BGGRLY
  • Seleção de Fases – MNCHT
  • Vidas Infinitas – BGLVS

4. Power Rangers: The Movie (Mega Drive, SNES)

Alguém aí lembra desse jogo dos Power Rangers? Ele era um Beat Them Up baseado no filme em que eles combatem o Ivan Ooze. O jogo era bem mais ou menos baseado no jogo, afinal de contas, você passava por fases que não tinham nada a ver com a versão da telona, mas era legal pra caramba enfrentar os soldados, morfar e no fim das fases, enfrentar aquele chefe difícil pra cacete. Acho que eu cheguei até o fim desse jogo, não lembro bem, mas lembro que o meu vizinho de cima tinha e ficávamos a tarde toda jogando.

3. Super Star Wars (SNES)

Vou repetir pela terceira vez, mas Super Star Wars era um jogo difícil. Na verdade, não era bem um jogo e sim uma série, já que se tratava de três jogos para os três filmes da trilogia original de Star Wars. Sabe qual é a melhor parte de todas? Aquela em que o Chewie entra na base do Jabba com uma pistolinha tocando o puteiro em todo mundo:

2. The Matrix: Path of Neo

A trilogia The Matrix é uma das trilogias mais bem sucedidas (e com um dos finais mais broxantes) de todos os tempos. Tá certo que ela não foi criada para ser uma trilogia e a segunda e terceira histórias acabaram meio que forçadas, mas o primeiro filme deu tão certo que novos filmes foram exigidos, assim como uma porrada de animações (as Animatrix) e um jogo bastante ambicioso que contava o que não era mostrado no segundo filme. Infelizmente, Enter The Matrix não foi grandes coisas, mas The Matrix: Path of Neo chegou logo depois para salvar a pátria.

Nele, você controla Neo, o escolhido e começa o jogo sendo o cara mais foda do mundo, que basicamente consegue quebrar a cara de todo e qualquer agente que cruzar o seu caminho. Parece cheat, né? Bom, você ainda pode morrer e tenha certeza de que o jogo vai tentar fazer que isso aconteça algumas vezes.

1. Scarface: The World is Yours

Scarface: The World is Yours começa exatamente onde o filme Scarface termina, com uma pequena diferença, no jogo, Tony Montana sobrevive ao atentado e consegue fugir logo antes do DEA chegar na casa dele. Após o atentado, Tony acaba caindo na escala do mundo Gangster e deve voltar ao básico: vender cocaína para pagar as contas.

Quem olha a imagem acima grita “Mas essa porra é GTA com uma Skin diferente!”. Calma, amigos, não vão tão forte assim nesse ponto. Brinquem um pouco em Scarface e tirem as próprias conclusões. É um bom jogo.

Gostou? Confira as outras partes

Parte 1

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.