5 Easter Eggs e segredos de jogos

Fala, galera, tudo bom com vocês? Vocês sabem o que é um Easter Egg? Não, não é um ovo de páscoa, mas quase isso. São surpresas deixadas pelos programadores em jogos, sejam elas feitas para os jogadores descobrirem ou não. Vamos começar com alguns famosos que vocês certamente já ouviram falar e com o tempo, conforme a série avança, traremos alguns obscuros, ok?

1. A sala de Chris Houlihan

Na longínqua década de 90, a revista Nintendo Power fez um concurso nos EUA que dava um prêmio muito legal: uma sala em The Legend of Zelda: A Link to the Past com o nome do vencedor. O problema dessa sala é que ela ficou tão bem escondida que os jogadores demoraram anos para encontrá-la, e o pobre Chris Houlihan provavelmente ficou sem ver a homenagem para ele.

Para acessar a sala, sigam esse guia da IGN, mas já aviso, é bem complicado.

2. Reptile

Reptile foi um personagem que torturou os jogadores de Mortal Kombat. Como vocês devem lembrar, ele ficava aparecendo na tela e falando sobre Fatalities, sobre a lua e comentando que bloquear era inútil. Os jogadores tanto insistiram que finalmente conseguiram encontrar o inimigo, que, no começo, usava os golpes de Sub Zero e Scorpion.

3. John Romero em Doom 2

John Romero é um dos designer de jogos “lendários”, apesar de não ter feito nada que prestasse depois de ter saído da ID. Bom, ele encontra-se em Doom 2, caso você esteja afim de dar uns tiros num dos criadores do jogo. Para tanto, antes de mais nada, você deve dar de cara com um demônio que diz uma frase que, se invertida, tem a tradução para “Para vencer o jogo, você tem de matar eu, John Romero”.

4. É hora de dançar em Crysis 2

Em Crysis 2, é possível encontrar a sala acima. Precisa mesmo comentar algo? É uma das coisas mais ridículas que eu já vi num jogo.

5. A sequência de Batman: Arkham Asylum

Já pensou uma produtora entregar de lambuja quais os planos deles para a sequência dum jogo recém lançado? Bom, foi exatamente isso que a Rocksteady fez em Batman: Arkham Asylum, eles colocaram um Easter Egg no jogo informando sobre os planos da produtora de fazer Batman: Arkham City, o problema é que absolutamente NINGUÉM encontrou esse Easter Egg, o que forçou um dos desenvolvedores do jogo a mostrá-lo posteriormente. O resultado pode ser visto no vídeo acima.

Eric Arraché

Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.