Categorias: Artigos

5 curiosidades sobre jogos – parte 37

Fala, galera, tudo bom com vocês? Falta exatamente uma semana para o aniversário do Critical Hits e a série mais longa dele não poderia deixar de dar as caras, certo? Bom, hoje temos mais uma penca de curiosidades sem nenhum tema definido para vocês. Vamos a elas?

5. Heroes Never Die

Depois de terminar Halo 4, o jogo começa a exibir os créditos, mostrando quem criou a história, modelos, dublou o jogo etc, como todo jogo normal. Terminada essa parte, o jogo começa a exibir uma lista de nomes, com o título “Heroes Never Die”. Já parou para pensar do que eles estariam falando?

Esses são os nomes das pessoas que faleceram durante a produção do jogo, além de um nome em especial, Cade Ainsworth, um garoto de 16 anos que era fã da série e que morreu por causa de um câncer. A 343 Studios ficou sabendo do rapaz e resolveu homenageá-lo no fim do jogo.

4. Por que diabos Doom?

O que diabos a foto acima tem a ver com o jogo Doom? Bom, caso você não tenha reconhecido, é uma cena de The Color of Money (A cor do dinheiro), estrelado por Tom Cruise e Paul Newman. No filme, Vincent Lauria aparece em um bar de sinuca com um taco customizado e alguém pergunta “O que você tem aí?” para ele. A resposta dele é apenas uma palavra: Doom.

3. A névoa de Silent Hill

Vocês já pararam para se perguntar por que Silent Hill tem uma névoa tão densa? Ok, ela faz das características básicas do jogo, mas ela, a princípio, foi usada para esconder as limitações do hardware do PlayStation One. Como o console não tinha potência gráfica o suficiente para colocar tanto cenário assim na tela, optou-se por encher o fundo do jogo com um efeito de névoa.

Isso acabou ajudando bastante o jogo a criar aquele clima de tensão e suspense que envolve o primeiro jogo da série e que acabou se repetindo nos capítulos seguintes. Como a tecnologia avança, ele não era tão necessário assim nos outros jogos e a Konami até chegou a retirar a névoa do remake em HD de Silent Hill 2 para o PlayStation 3. No fim das contas, os fãs reclamaram tanto disso que a companhia teve que lançar um patch para o jogo “corrigindo” esse erro.

2. 2K

Você sabe como surgiu a 2K Games? A empresa nasceu como Visual Concepts e foi comprada pela SEGA para produzir jogos esportivos para o Dreamcast, já que a companhia havia sigo renegada pela Electronic Arts e seus jogos esportivos. No fim, isso não chegou a ser o suficiente para popularizar o console nos Estados Unidos e ele foi descontinuado em 2001.

A Visual Concepts continuou produzindo jogos esportivos para o PlayStation 2, Xbox e Game Cube e acabou sendo vendida para a Take Two em 2005. Hoje em dia a companhia é a líder de alguns gêneros de esportes, como basquete com NBA 2K, provando que, nesse caso também, o plano da SEGA teria dado certo se eles tivessem continuado por tempo o suficiente.

1. O sítio de Columbia

A imagem acima é uma comparação de uma imagem promocional que pode ser vista em BioShock Infinite e um pôster de recrutamento da Inglaterra, durante a Primeira Guerra Mundial. Na primeira, o garoto pergunta ao pai dele o que ele fazia durante o sítio da cidade de Columbia. Já no segundo, a pergunta é a mesma, mas durante a Grande Guerra.

Gostou? Confira já as outras partes:

Parte 1Parte 2Parte 3Parte 4Parte 5Parte 6Parte 7Parte 8Parte 9Parte 10Parte 11Parte 12Parte 13Parte 14Parte 15Parte 16Parte 17Parte 18Parte 19Parte 20Parte 21Parte 22Parte 23Parte 24Parte 25Parte 26Parte 27Parte 28Parte 29Parte 30Parte 31Parte 32Parte 33Parte 34Parte 35Parte 36

Torne-se um apoiador do Critical Hits

O Critical Hits existe desde 2012 e é o maior site independente de cultura pop do Brasil com mais de 10 milhões de visualizações de página por mês. Diariamente cobrimos os principais jogos, animes e séries de televisão da atualidade e você pode nos ajudar a nos tornarmos ainda maiores! Torne-se um apoiador do site e tenha direito a conteúdos antecipados, menos anúncios e grupos exclusivos de discussão no Telegram e Discord. Você pode virar um apoiador no Picpay (@criticalhits), Catarse ou Apoia.se!

Este website utiliza cookies