Fala, galera, tudo bom com vocês? Prontos para mais uma sessão de curiosidades? Hoje temos mais um especial, sobre Pokémons (sim, esse é o segundo, o primeiro deles foi o especial de aniversário de 17 anos da série, confere lá). A ideia de hoje é contar um pouco mais sobre o começo da série e de como tudo foi criado. Prontos?

1. Companheiros ao invés de crias

lapras

Nos estágios inicias de desenvolvimento de Pokémon, os monstros eram para ser companheiros dos humanos e tornar a vida deles mais fácil, ao invés de serem galos de rinha treinados. Como vocês podem ver na imagem acima, Lapras (que ainda não tinha orelhas na época), servia como meio de transporte.

daily_life

Ok, a ideia até foi aproveitada no futuro com habilidades como surf, fly etc, mas no conceito original, Pokémon era para ser um jogo de aventura onde você usaria os monstrinhos para auxiliá-lo nos desafios.

2. Chicotes

ghastly_vs_slowbro

Essa é uma curiosidade que o PETA não vai curtir muito: treinadores Pokémon usavam chicotes para fazer seus monstrinhos lutarem melhor. Como vocês podem ver na arte conceitual acima, o treinador que Ash (Red) está enfrentando está com um chicote na mão (ele tem merda na cabeça né? O Ghastly é um Pokémon fantasma, como que ele vai acertar uma chicotada nele?), assim como os sprites de vários treinadores na primeira geração do jogo CooltrainersRockets,RockersTamers e Sabrina.

Imagina se a censura tivesse percebido isso na época? O jogo nunca seria o hit que foi com as crianças.

3. Hotéis

hotel_check-in

Vocês já notaram que Ash Red não dorme? Ele deve ser um homem de ferro por conseguir percorrer um continente inteiro sem tirar uma soneca sequer. Bom, nos primórdios do jogo, isso não acontecia, já que ao invés dos centros Pokémon, as cidades tinham hotéis.

Como vocês podem ver na imagem abaixo, a enfermeira Joy fazia um bico nos hotéis recuperando os Pokémons numa máquina igual à dos centros:

healing

4. Não conseguiu capturar? Compre

pokemart

Uma das ideias inicias do jogo era a de que você poderia comprar Pokémons além de capturá-los, o que nos leva a pensar por que a comercialização de  monstros é proibida em todos os continentes, apesar da troca não ser. Bom, a imagem acima não faz o menor sentido, já que é só o Pokémon preso derreter as barras de ferro com uma baforada de fogo, mas não dá pra exigir muito do jogo, dá?

5. Barras de energia

early_battle

Como é possível ver no desenho acima, que mais parece ter sido feito por uma criança, o design das lutas era um pouco diferente do atual, já que os Pokémons tinham pontos de vida (ao invés de barras de vida) e TPs globais ao invés de individuais para os ataques.

Todas essas curiosidades foram tiradas de um livro em japonês: Satoshi Tajiri: The Man who Created PokémonA tradução das páginas desse livro foi feita pelo site Glitter Berri’s Game Translations.

Gostou? Confira já as outras partes:

Parte 1 – Parte 2 – Parte 3 – Parte 4 – Parte 5 – Parte 6 – Parte 7 – Parte 8 – Parte 9 – Parte 10 – Parte 11 – Parte 12 – Parte 13 – Parte 14 – Parte 15 – Parte 16 – Parte 17 – Parte 18 – Parte 19 – Parte 20 – Parte 21 – Parte 22 – Parte 23 – Parte 24 – Parte 25 – Parte 26

Gostou do post? Curta nossa página no Facebook e receba todas as nossas últimas novidades!

Gostou? Compartilhe!


Torne-se um patrão do site!

Você sabia que ao tornar-se um patrão do Critical Hits, você ajuda o site a continuar crescendo e ainda ganha vantagens exclusivas como acesso a um design mais clean sem propagandas, Critical Cast 5 dias antes de todo mundo e acesso ao nosso grupo secreto no Facebook/Whatsapp? Torne-se já um patrão você também!

Você já ouviu o Critical Cast dessa semana?


Eric Arraché Gonçalves é o Fundador e Editor do Critical Hits. Desde pequeno sempre quis trabalhar numa revista sobre videogames. Conforme o tempo foi passando, resolveu atualizar esse sonho para um website e, após vencer alguns medos interiores, finalmente correu atrás do sonho.