5 formas diferentes em que o mundo já acabou nos jogos de videogame

O conceito do fim do mundo é um assunto bastante falado nos jogos. Alguns jogos tratam do antes, e outros do depois. Às vezes temos que prevenir o fim do mundo e às vezes temos que lidar com os resultados.

Hoje, resolvemos falar de cenários para o fim do mundo diferentes que podem ser encontrados em jogos.Vamos lá?

AVISO: Alguns dos textos conterão spoilers sobre o enredo dos jogos, outros não. Leia o título antes do texto e, se não quiser estragar a experiência, não leia o texto. Os jogos são todos velhos, mas fica o aviso.

Star Ocean: Till the End of Time

O cenário apocalíptico no jogo da Square Enix é bem diferente e interessante. Na verdade, todo o universo que estava “em perigo” não se passava de um software de computador criado por uma pessoa. Assim, tudo que havia se passado na vida do protagonista havia sido criado a partir do código do jogo: seu nascimento, seus pais, seu minguinho batendo na quina do móvel de casa, tudo. É como se todos nós estivéssemos num grande jogo de The Sims. E as ameaças eram, basicamente, vírus atacando o servidor. Mesmo que o herói salve o “universo”, ele teria que voltar para sua vida artificial.

Fallout

O clássico da Interplay foi lançado em 97, mas até hoje permanece como um dos principais jogos de RPG da história. O apocalipse aqui foi por conta de uma guerra nuclear, onde, em questão de horas, praticamente todas as cidades do planeta haviam sido destruídas. Todas as estruturas sociais, econômicas e políticas acabaram, e a humanidade mora agora em abrigos subterrâneos chamados de Vaults. E a história começa quando o suprimento de água de um dos abrigos está terminando, e protagonista deve buscar uma alternativa. Curiosidade: vários abrigos desse tipo foram construídos durante a guerra fria, já que a ameaça de bombas nucleares realmente existia na época.

Final Fantasy VI

O fim do mundo aqui veio por um motivo banal. Nada de explosão nuclear, nada de meteoro gigantesco, nada de invasão alienígena. Em FF VI, o vilão Kefka resolve destruir tudo simplesmente porque… ele estava entediado? Ao atingir seu status de Deus, ele sai matando a humanidade feito bicho simplesmente porque ele quer. Simples assim.

Left 4 Dead

Não poderíamos falar de diferentes apocalipses sem falar de um dos cenários mais clássicos e conhecidos. Em L4D, um surto de um vírus letal dizima praticamente todos, com a exceção dos 4 protagonistas, que são imunes. E a partir daí que o jogo se desenrola. Uma penca de jogos utiliza a premissa dos zumbis, mas esse é um dos de destaque.

One Chance

One Chance é um jogo bem interessante. Após descobrir que a recém-encontrada cura para o câncer era na verdade letal para os humanos, um grupo de cientistas tem 6 dias para descobrir uma cura (para a cura, que na verdade não é cura) antes que toda a população acabe morrendo. E por que ele é tão interessante? Porque os jogadores, de fato, só têm um chance para descobrir a cura, já que o jogo só pode ser jogado uma vez (na verdade, basta apagar os cookies do navegador, mas a ideia de escolha permanente é muito criativa). Quer jogar? Clique aqui.

Qual cenário de fim do mundo faltou aí?

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade