4 Jogos que falam de ecologia sem ser chatos

E aí, pessoal, tudo certo com vocês? Aproveitando as promoções da Steam? O que que vocês andam jogando durante a Copa? Algo sobre ecologia? Afinal o nome do nosso amigo Fuleco é a junção de futebol com ecologia, ecologia nunca sai de pauta. E ela tá presente até nos videogames!

Ecologia normalmente é um troço chato pra caramba, com um monte de gente dizendo que se tu mijar fora do penico teus filhos vão viver num mundo sem oxigênio. Porém alguns jogos conseguem trazer essa conscientização sem encher o saco.

Vamos a eles?

1. Deponia

O jogo, muito mais do que contar a história de Rufus, conta a história de todo o vilarejo de Deponia, uma cidadezinha feita do lixo da sociedade alta, que mora em Elysium, uma cidade situada no meio das nuvens. No universo do jogo a água se tornou algo muito raro, e os habitantes de Deponia dispõe apenas de uma substância suja, amarelada e gosmenta pra tomar banho, lavar a louça e tudo mais. Em nenhum momento do jogo é dito que antes o planeta era excelente e, por falta de cuidado, acabou ficando assim. Ou seja, a crítica é feita de maneira bem sutil.

2. Civilization

Quem já jogou esse jogo de estratégia (qualquer um da série) sabe que o melhor jeito de ganhar é chegar ao futuro o mais rápido possível. Porém toda ação tem uma reação: se tu desmata muitas florestas e selvas, no futuro pontos de deserto vão surgir no teu território, destruindo tuas fazendas e fazendo tuas produções renderem menos. Além disso, as armas nucleares causam um estrago grande no terreno, precisando de trabalhadores gastando vários turnos pra limpar a área.

3. Fallout 3

Considerando que eu vou contar pra vocês só o que acontece no tutorial, então não é um spoiler: depois de criar o nosso personagem e passar um bom tempo vivendo no Vault 101, uma espécie de bunker pra se defender dos ataques nucleares da China, o personagem solitário sai em busca do pai. Durante a jornada fora do Vault 90% da água que encontramos está contaminada com a radiotividade, o que cria estresse, morte, roubo, guerras e pedintes que, ao invés de dinheiro, te pedem um pouco de água limpa. No fim, toda a história do jogo acaba girando em torno da água.

4. Final Fantasy VII

A Shinra é uma empresa (de filhos da puta) que extrai energia Mako do planeta, a mesma energia que faz com que os Ancients vivam e que forma as Materias, aquelas bolinhas coloridas que dão habilidades e magias pros personagens. Porém a energia Mako (assim como os Ancients) está desaparecendo rapidamente, destruindo o planeta. Sim, há quase 20 anos atrás a Square já fazia uma referência ao uso excessivo de petróleo, ou “combustíveis fósseis”, como tá na moda falar.

Isso aí, pessoal, prestem mais atenção no nosso planeta, pra gente destruir ele cada vez menos, e aprendam com esse tipo de jogo a não serem chatos quando forem falar do assunto. Se lembrarem de mais exemplos, por favor comentem aí embaixo.

Publicado por

Este website utiliza cookies. Para mais informações, consulte nossa política de privacidade.

Leia nossa política de privacidade