4 gifs que mostram porque a Microsoft tem que parar com as apresentações do Kinect

Se a gente parar pra analisar, a história do Kinect é engraçada. Lançado em 2010 pela Microsoft, o dispositivo foi lá e fez um certo sucesso, mas sempre ficava mais relegado aos jogos família, como de dança ou esporte. A comunidade mais hardcore nunca conseguiu implementar o aparelho de forma eficaz né? Não que não existam jogos que utilizam a tecnologia, mas normalmente são funcionalidades coadjuvantes do jogo.

Depois, a Microsoft resolveu fazer o Kinect obrigatório quando lançou ele junto do Xbox One. O mercado respondeu de forma agressiva e a empresa voltou atrás, desfazendo essa obrigatoriedade. Agora, ele meio que voltou ao estágio inicial, onde quem quer usa ele. Onde eu to querendo chegar com esse texto? Que eles ainda precisam falar sobre o produto, mas devem parar de fazer isso no palco em conferências.

Vamos entender os motivos?

Qualquer demo de dança é sempre bizarro por causa disso.

Às vezes os movimentos podem ficar… estranhos.

Mostrar o dispositivo ao vivo pode acabar não dando muito certo.

Pra não dar problema ao vivo se pode usar uma gravação. Mas aí pode acontecer isso.

Ou seja: Microsoft, acho que é uma boa parar de fazer demos do Kinect nas conferências né? É sempre bizarro.

BÔNUS: Já imaginaram o tipo de sequela que uma criança terá ao ver sua mãe dançando assim?

Só eu que acho que as apresentações do Kinect (e do Wii também) são bizarras? Tá certo que sem elas nós não teríamos esses gifs, mas acho que chega né?

Leonardo Koakowski

Sonysta, Sommelier de Destiny e Cyber Atleta de final de semana de Rocket League

Publicado por
Tags: Kinect