Terceira temporada de Attack on Titan confirma o assassinato de um certo personagem

A muito esperada terceira temporada de Attack on Titan foi apresentada na Anime Expo e nos cinemas do mundo todo, então os fãs já começaram a ver o quanto a terceira temporada vai mudar o rumo da série.

Uma dessas mudanças está estabelecendo um novo tom logo de cara, com um assassinato altamente suspeito acontecendo, provocando um mistério político ainda maior do que Eren e os outros esperavam.

Atenção! Daqui pra baixo haverão spoilers de Attack on Titan.

A estreia da terceira temporada começa com a morte altamente suspeita do ex-ministro Nick, que estava sob custódia depois de suas ações na segunda temporada. Quando Hange vai visitá-lo, ela vê dois policiais militares bloqueando seu caminho enquanto lhe dizem que Nick morreu.

Depois de perceber que ele tinha sido torturado antes da morte (devido a eles precisarem de informações) e notando que suas unhas haviam sido arrancadas, Hange tentou fazer com que o oficial admitisse o assassinato, que obviamente ele recusa. Levi e os outros deduzem que foi a recusa de Nick em fornecer informações sobre o paradeiro do Corpo de Investigação que levou ao grau de tortura sofrido antes de sua morte.

O mistério político se aprofunda ainda mais quando o rei, falando com o mesmo oficial militar responsável pela morte de Nick, está fazendo grandes movimentos políticos também. A morte de Nick foi apenas o começo de uma grande caçada ao Corpo de Investigação enquanto a terceira temporada continua.7

Attack on Titan está programado para estrear sua terceira temporada em 22 de julho na NHK no Japão. Durante seu painel no Anime Expo 201 , a série confirmou que o simuldub começará em agosto, juntamente com a confirmação de seu próximo simulcast no Crunchyroll.

Willian Oliveira

Will, Bill, Willian, o nosso querido colaborador é conhecido de várias formas dentro do site. Bill escreve principalmente notícias de games e é um Sonysta declarado, mas nosso Sonysta oficial continua sendo o Leo, apesar de o Bill ser o mini-Leo, salvo pela falta de massa encefálica.